NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Gestão

Redução de custos: 10 despesas que sua empresa deve cortar agora

7 Mins de leitura

O sucesso de uma empresa depende, primordialmente, da combinação entre geração de caixa, investimentos rentáveis e corte de despesas. Quando se fala em diminuir os gastos, as ações que você vai tomar na redução de custos, apesar de causarem um desconforto no início, serão essenciais para manter o fluxo de caixa saudável e abrir caminho para grandes resultados em seu negócio.

Para reduzir custos, é fundamental realizar boas avaliações para tomar medidas estratégicas que realmente otimizem a receita e que assegurem a manutenção de um ótimo desempenho da produção.

Mas como diminuir custos sem perder a qualidade do serviço? Leia nossa postagem, pois vamos listar as 10 despesas que você pode cortar agora!

Qual a importância de conhecer os custos na empresa?

Embora esse seja um tema complexo para os gestores, para realizar os trâmites necessários, conhecer os tipos de custos, investimentos e o modo como sua empresa opera ajuda muito na hora de fazer uma gestão mais prudente. É exatamente a partir desse entendimento que o empreendedor vai ter dados mais sólidos para que possa tomar decisões otimizadas.

De modo geral, identificar para onde está indo o dinheiro ajuda o empreendimento a manter sua saúde financeira; afinal de contas, diante disso, o gestor vai saber exatamente em que economizar.

Por que reduzir custos é importante para a empresa?

Reduzir custos é uma das ações mais relevantes e necessárias para fazer a empresa ter sucesso. É por meio de decisões em torno desse processo que a corporação consegue ter maior lucratividade e rentabilidade, mantendo a boa saúde financeira e aumentando seu retorno financeiro.

A redução de custos acaba otimizando os resultados do negócio no sentido de que essa ação proporciona mais segurança na hora de definir a margem de lucro de cada produto ou serviço — sem contar que uma gestão das despesas ajuda a obter dados essenciais sobre o desempenho das atividades, ajuda no controle das ações e no planejamento e, claro, viabiliza dados para subsidiar a tomada de decisões.

O custo reduzido acaba diminuindo os riscos da empresa, mantém o negócio mais competitivo, propicia uma precificação bem melhor e permite que o empreendimento possa investir em insumos mais importantes. Bom, é importante ressaltar que um gestor que trabalha em prol de diminuir custos na empresa tem muito mais chances de conquistar sucesso financeiro e tornar seu negócio mais forte para driblar os concorrentes de mercado.

Quais as principais formas de reduzir custos?

Abaixo, trouxemos algumas despesas que podem ser cortadas para reduzir custos na sua empresa! Confira!

1. Papel e impressão

À primeira vista, resmas de papel e recargas de toner parecem não ser muito onerosas — mas, se você considerar todo o gasto direcionado a essas despesas em um mês, perceberá que está desperdiçando bastante dinheiro. O grande problema aqui é o uso indiscriminado, ou seja, a quantidade de impressões de documentos irrelevantes fisicamente.

Reúna a equipe e mostre a importância de economizar esses recursos, não apenas de um ponto de vista de redução de custos empresariais, mas também pelo fator ambiental. Hoje em dia, é muito mais eficiente compartilhar um arquivo em PDF, fazer uso de softwares de gestão, encaminhar um e-mail ou utilizar recursos de computação em nuvem.

2. Copos descartáveis

A água e o cafezinho nunca pareceram grandes vilões no orçamento da sua empresa, não é? Porém, quando associados ao uso descontrolado dos copos descartáveis, a redução de custos deve ser urgente.

Peça para que o time “adote” um copo, em vez de utilizar vários deles em um único dia de trabalho. Se tiver um pouco de dinheiro em caixa e quiser fazer melhor ainda, que tal presentear os colaboradores com canecas personalizadas e eliminar, de vez, o uso dos copos descartáveis?

3. Telefonia

O uso do telefone vem diminuindo com o passar do tempo, mas, se essa é uma ferramenta ainda bastante utilizada em sua empresa, é recomendável rever essa necessidade.

Se esse for um meio de comunicação indispensável, verifique se o plano contratado com sua operadora é mesmo adequado ao perfil do seu negócio e à quantidade de ligações realizadas. Caso prefira diminuir o uso do telefone, saiba que a comunicação via internet pode ser uma alternativa igualmente eficiente, por meio de softwares como o Skype.

4. Água e energia

Além do impacto ambiental, adotar práticas sustentáveis para reduzir custos também ajuda a fortalecer a imagem da sua empresa no mercado. Implementar uma cultura de desperdício zero é importante para reduzir custos. Você pode distribuir adesivos educacionais sobre a economia de água e de energia nos ambientes da empresa, por exemplo.

Invista sempre na economia de água, incentivando e instruindo os funcionários sobre um uso mais otimizado do recurso. Além de fazer campanhas, é importante instalar torneiras econômicas.

É importante destacar que o consumo racional da energia precisa ser uma pauta constante nas empresas. A energia elétrica é parte fundamental do orçamento, e como o Brasil apresenta um dos valores mais altos de todo o mundo, é possível compreender a importância de poupar. Além de ações mais simples como desligar as luzes nos locais que não estão sendo usados, a empresa pode adotar novas fontes energéticas, como a fotovoltaica, por exemplo.

Gerar a própria energia instalando painéis solares pode exigir um investimento inicial da empresa, mas a economia a longo prazo é garantida. Outra opção é a troca dos telhados convencionais por materiais que possibilitem a entrada de claridade. É importante analisar tudo e ter certeza de que a redução de custo com energia vai realmente compensar o investimento com a implementação do sistema.

Outra dica muito relevante é adotar o trabalho em casa em determinados dias. Sem dúvidas, os profissionais vão ficar mais motivados e, além disso, a empresa vai economizar recursos como água e energia.

5. Horas extras

Intervalo entre um trabalho e outro, conversas no corredor, pausas para um café e, no fim das contas, metade da sua equipe fazendo hora extra ao término do expediente normal. A questão é que você precisa cumprir a legislação trabalhista e pagar um adicional sobre esse tempo extra.

Quando a demanda realmente pede que a turma dedique um pouco mais de tempo ao cumprimento das tarefas, a hora extra realmente é válida. Porém, caso você note que os resultados não estão satisfatórios por conta de um mau aproveitamento do tempo normal de trabalho, reúna os gestores e, juntos, promovam uma mudança de cultura na empresa.

6. Marketing

O marketing é dispensável? Não mesmo, mas existem maneiras de aplicar uma redução de custos em suas estratégias, pois você pode estar impactando um público que não tem o menor interesse em se relacionar com sua empresa.

O marketing digital, atualmente, é a melhor alternativa para garantir uma promoção segmentada para seu público-alvo, e tudo isso com baixo custo. A internet é sua principal aliada nesse momento, por meio de blogs, e-mail marketing e redes sociais. Você vai precisar gastar em anúncios com o Google, Bing ou Facebook, mas é um valor bem menor quando comparado com a mídia tradicional.

7. Dívidas e tarifas bancárias

Renegociar dívidas e tarifas bancárias com os credores é uma ótima maneira de reduzir as taxas de juros e de conter os custos. Porém, também é preciso verificar se a empresa terá condições financeiras de pagar a dívida nos novos termos para que não perca credibilidade no mercado.

Para diminuir custos, a empresa tem que prestar atenção às tarifas bancárias, pois elas podem chegar a 1% do faturamento do negócio. Então, busque negociar tarifas mais vantajosas, lembrando que, para isso ser viável, é necessário estar em dia com os pagamentos, além de apresentar um bom controle de caixa.

8. Custos de logística

A redução dos custos operacionais em logística vai possibilitar que você melhore a precificação dos seus produtos ou serviços, podendo negociar preços mais atraentes com os clientes. Ao reduzir os gastos, você pode aumentar o poder de negociação sem prejudicar a lucratividade da empresa.

Dessa forma, a empresa se torna mais competitiva, saindo à frente da concorrência. Além disso, há outros benefícios em se adotar medidas para diminuir alguns dispêndios:

  • diminuir os desperdícios;
  • tornar os processos mais eficientes e enxutos;
  • melhorar a saúde financeira.

A tecnologia está aí para facilitar o dia a dia das pessoas, e isso não é diferente nas empresas, muito menos no setor de logística. Ao investir em soluções tecnológicas, você consegue diversas vantagens, como agilidade nas entregas, melhorias nos produtos e, claro, redução de custos logísticos. Há várias soluções que podem ajudar a melhorar a gestão logística e a reduzir os gastos, e alguns exemplos são: ERP, WMS e TMS.

9. Estoque

O estoque mobiliza muito dos recursos do empreendimento, por isso, é fundamental planejar com atenção as movimentações nesse setor. O mais indicado é fazer as compras com antecedência para conseguir preços mais baixos e sempre por atacado. Um processo sem planejamento pode levar à necessidade de aquisições às pressas, saindo muito mais caro para a empresa.

É fundamental estar atento também às mercadorias já prontas e armazenadas para que você evite que passem da validade no estoque ou que sejam danificados. É importante ter uma boa fiscalização no local para evitar problemas.

10. Contratações corretas

Os colaboradores são os grandes responsáveis por fazer a empresa lucrar, já que é por meio do desempenho deles que o negócio atinge melhores resultados. Sabendo disso, é imprescindível que você invista naqueles talentos que possam agregar o valor necessário.

Para a contratação ser realmente efetiva, é preciso saber exatamente quais as necessidades da organização, quais as exigências e especificidades mais relevantes de cada cargo e quais tipos de competências a empresa precisa para atuar com mais rendimento. São detalhes como esses que vão conduzir uma entrevista de admissão.

Implantar uma redução de custos não é tarefa fácil, pois requer uma carga de mudanças que, inicialmente, podem ser de difícil adaptação por todos que compõem a empresa. No entanto, com a cooperação da equipe, os resultados serão vistos no longo prazo, com um ganho em competitividade no mercado e um aumento nas vendas, o que, no fim das contas, beneficiará todo mundo.

E aí, gosto de conhecer mais sobre as despesas que podem ser cortadas na empresa para reduzir custos? Aproveite a visita ao blog para ler também o texto “Gerenciamento de estoques: 11 dicas para reduzir custos na empresa” e aprenda mais!

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipePowered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
218 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
GestãoVarejo

Qual o melhor software de gestão para pequenas empresas?

5 Mins de leitura
Sabia que o ERP for ME é o melhor software de gestão empresarial para pequenas empresas? Venha conosco e entenda mais sobre ele agora mesmo!
Dicas de GestãoGestão

Como as Redes Sociais são importantes para uma aproximação com seu público- alvo

4 Mins de leitura
00As redes sociais e o público-alvo têm uma relação muito direta. Afinal de contas, essas mídias se tornaram canais de comunicação com…
Gestão

Controle de inadimplência: veja como fazer uma boa gestão deste indicador

5 Mins de leitura
00A maior parte das empresas tende a focar os seus esforços e recursos nos processos relacionados a vendas — o que não…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.