Gerenciamento de estoques: 5 dicas para reduzir custos na empresa

Pode não parecer, mas fazer um gerenciamento de estoques de maneira correta é essencial para a saúde financeira das empresas. Afinal, a atividade é responsável por uma parcela significativa dos gastos operacionais de uma organização e, por isso, deve receber uma atenção especial dos líderes organizacionais.

Para ajudá-lo, elaboramos 5 dicas de como reduzir custos com o gerenciamento de estoques na empresa. Continue a leitura e fique bem informado sobre o assunto.

1. Controle a entrada e a saída das mercadorias

É fundamental que a empresa tenha o total controle das mercadorias que entram e saem do estoque em tempo real. Isso quer dizer que fazer um único lançamento diário no sistema com tudo o que entrou e saiu durante o dia não é suficiente — sobretudo em empresas e grande porte, nas quais o fluxo de mercadorias é muito grande.

Os lançamentos de produtos que entram ou saem do estoque devem ser feitos no exato momento em que a ação ocorre e não em uma determinada hora do dia apenas.

2. Trabalhe com a curva ABC

Se você tem o controle exato das mercadorias que entram e saem do seu estoque, poderá gerar curvas ABC para saber qual a necessidade exata de um determinado item para a sua empresa.

Com a curva ABC, você evita adquirir um produto que ainda possui muitos itens armazenados, evitando assim um gasto desnecessário. Isso é fundamental para que a gestão de estoques não atinja gastos muito elevados.

3. Pratique a técnica PEPS no gerenciamento de estoques

A técnica PEPS foi desenvolvida por profissionais da área da logística e significa “Primeiro que Entra, Primeiro que Sai”. Desse modo, os produtos devem seguir uma ordem cronológica para deixarem o estoque: aqueles que deram entrada antes devem ter prioridade quando for necessário dar a saída de algum item.

Essa prática é excelente para evitar que um produto perca o prazo de validade no estoque, sem nem mesmo ter sido colocado à venda, por exemplo, o que pode gerar prejuízos para a empresa.

4. Invista em sistemas de armazenagem diferenciados

Se as mercadorias que estão em seu estoque são perecíveis ou então produtos frágeis e que podem ser danificados com facilidade, é fundamental que seja feito um investimento em sistemas de armazenagem de boa qualidade.

Hoje em dia, existem no mercado diversas opções de sistemas como porta pallets, sistemas de armazenagem empilháveis, e até mesmo dispositivos giratórios, chamados de sistemas de armazenagem do tipo carrossel.

5. Tenha um bom software de gestão

Para conseguir administrar bem o seu estoque e colocar em prática as dicas anteriores com maestria, recomenda-se a aquisição de um bom software de gestão de estoque.

Esses sistemas, conhecidos também como ERPs, facilitam o dia a dia dos responsáveis pela rotina, possibilitando um controle exato de tudo o que acontece no estoque das suas empresas. Isso dá elementos para que a previsão de cenários e a rápida solução de problemas sejam colocadas em prática.

Se você seguir essas dicas à risca, certamente conseguirá fazer o gerenciamento de estoques da sua empresa ser muito bem executado, sem gastos desnecessários. Mas se ainda tiver restado alguma dúvida, conta pra gente nos comentários ou entre em contato com um de nossos consultores para saber mais sobre como uma sistema de gestão pode auxiliá-lo nessa empreitada. 

 

Related Posts

[INFOGRÁFICO] Afinal, qual a diferença entre NF-e e...

Por que você precisa otimizar sua rotina imobiliária...

Como evitar gastos desnecessários no setor de compras?

Comments

  • Jqueline
    10/07/2017 at 10:43

    Parabéns pela matéria, me agregou muito

Deixe uma resposta