NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Gestão

Análise de concorrência: por que você deve fazê-la?

4 Mins de leitura

Certamente você já deve ter ouvido falar sobre análise de concorrência. Afinal, conhecer os empreendimentos que disputam espaço com seu negócio no mercado é, sem dúvida alguma, uma das tarefas mais relevantes na rotina de um empresário.

E se você pensa que entrar nas redes sociais dos seus competidores para visualizar o que eles têm feito é suficiente, está enganado. O foco de um trabalho eficaz nessa área é realizar uma análise sistêmica de informações e dados que ajudem você se transformar no player mais importante do mercado.

A seguir explicamos mais sobre a análise de concorrência e mostramos como fazê-la de forma acertada. Acompanhe!

Como funciona a análise de concorrência?

A análise de concorrência trata-se de um conjunto de ações focadas na compreensão dos processos e particularidades de outras empresas que atuam no ramo em que seu negócio se insere, possibilitando aprender com seus erros e acertos.

Saber como os competidores estão agindo permite que você conheça o seu próprio lugar em meio a esse cenário. Ou seja, é como se você realizasse um check-up em relação aos seus concorrentes, verificando onde eles se posicionam e analisando quais estratégias eles estão usando para se destacar.

Assim, auxilia a construção de uma autoavaliação com vista a oferta serviços ou produtos cada vez melhores e com diferenciais atrativos.

Por que fazer análise de concorrência?

Se você quer que seu negócio cresça, se diferencie e se consolide, precisa apostar na análise de concorrência, pois ela possibilita mais insights para aplicar na rotina da empresa.

Com essa análise, é possível saber quais são as principais falhas cometidas, encontrar as práticas mais indicadas para lidar com o público, além de fazer o mapeamento das oportunidades de atuação.

Além disso, a comunicação também pode ser melhorada. Ao entender como outras organizações agem, você pode encontrar a voz que o seu negócio precisa ter diante dos clientes.

Então, para definir uma estratégia de marketing, procure estudar bem seus concorrentes. Investigue as técnicas que eles usam, as métricas adotadas e o motivo pelo qual praticam determinados valores.

É importante deixar claro que a pesquisa de mercado é apenas uma análise e jamais uma cópia dos passos dos seus competidores, certo? Replicar estratégias é o mesmo que reproduzir falhas que os concorrentes podem vir a cometer, fazendo com que sua marca seja só mais uma. A dica valiosa aqui é que você nunca perca sua identidade!

De que forma fazer essa análise?

Antes de iniciar a avaliação dos concorrentes, é importante conhecer bem o seu próprio negócio. Procure entender minuciosamente os pontos de melhoria e as qualidades, com foco em questões como:

  • o tamanho do seu escritório;
  • como seu negócio pode atender os fornecedores e consumidores com excelência;
  • em que patamar os produtos ou serviços se encontram.

Fazendo isso, você estará pronto para fazer uma análise de concorrência. Mas, afinal, como fazê-la? Confira as dicas a seguir para ter sucesso nessa tarefa!

Powered by Rock Convert

Defina os concorrentes a serem analisados

Quando você compreender os detalhes sobre seu negócio, é hora de se comparar com outras empresas com características parecidas ou iguais às suas. Essas marcas podem oferecer o mesmo tipo de serviço ou até mesmo ter uma atuação semelhante ao estilo da sua empresa.

É fundamental que você olhe para o mercado de modo estratégico a partir do ponto de vista do comprador, a fim de saber quem são os concorrentes que têm algum tipo de ligação com o seu negócio. Para isso, pergunte para si mesmo quais marcas seus clientes buscariam para comprar um serviço ou um produto que você oferece.

Uma boa ideia é começar pelas grandes marcas, que estão dominando boa parte do mercado. Esses empreendimentos certamente podem servir de inspiração para que você tenha ótimas ideias ao estudá-los.

Escolha as informações que devem ser avaliadas

Assim que souber quem são seus principais concorrentes, você pode passar a escolher as informações que serão analisadas.

Esse é um momento essencial para identificar as habilidades necessárias para se manter competitivo no mercado. Ter essa consciência vai ajudar você a ter uma noção mais ampla do que motiva uma parte do seu público a adquirir os produtos ou serviços que seus competidores ofertam.

Faça uma pesquisa de mercado

A pesquisa de mercado é uma ótima maneira de coletar informações estratégicas que contribuem para você tomar decisões seguras em seu negócio. No caso da análise de concorrência, é possível conseguir os dados de que precisa a partir de duas maneiras:

  • primária: quando as informações são coletadas e avaliadas pelas organizações, por um profissional contratado para fazer esse trabalho;
  • secundária: quando a pesquisa é fundamentada em guias, relatórios e demais materiais de referência que outras marcas elaboram.

Monitorar redes sociais, sites e blogs, nesse sentido, é uma ótima forma de compreender como o trabalho da concorrência está sendo desenvolvido. Então, fique atento a tudo aquilo que seus competidores fazem nos meios digitais.

Com isso, a pesquisa de mercado vai permitir que você identifique os pontos fracos e fortes dos concorrentes e, a partir disso, se posicione do melhor modo possível.

Com qual periodicidade deve ser realizada?

A análise de concorrência pode e deve ser realizada por empresas grandes ou pequenas, jovens ou maduras. Então, mesmo que já tenha uma marca consolidada, é importante praticá-la para manter-se bem posicionado no mercado.

Lembrando que essa análise deve ser feita de forma periódica, em intervalos que realmente façam sentido para seu desempenho. Dessa forma, é possível fazer comparações entre diferentes períodos, atualizando-se sempre em relação a resultados e iniciativas.

De forma geral, uma análise da concorrência acertada deve levar em conta os seguintes aspectos:

  • incluir os concorrentes mais importantes para a atuação do negócio;
  • definir os aspectos a serem pesquisados;
  • reunir resumos das ações feitas pela concorrência;
  • levantar os resultados que esses concorrentes divulgaram e buscar novos dados, como público atingido e quantidade de vendas;
  • fazer projeções com base em tendências analisadas a partir dos resultados;
  • realizar a comparação dos resultados dos concorrentes com os da empresa;

Enfim, uma boa análise de concorrência vai ser de grande auxílio para contextualizar os seus resultados no mercado, revelar excelentes oportunidades e fazer sua empresa crescer de maneira saudável!

E então, gostou de saber mais sobre o tema? Aproveite a visita no blog para ler nosso Guia com as principais vantagens do ERP para varejo!

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipePowered by Rock Convert
218 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
GestãoVarejo

Qual o melhor software de gestão para pequenas empresas?

5 Mins de leitura
Sabia que o ERP for ME é o melhor software de gestão empresarial para pequenas empresas? Venha conosco e entenda mais sobre ele agora mesmo!
Dicas de GestãoGestão

Como as Redes Sociais são importantes para uma aproximação com seu público- alvo

4 Mins de leitura
0 0 As redes sociais e o público-alvo têm uma relação muito direta. Afinal de contas, essas mídias se tornaram canais de…
Gestão

Controle de inadimplência: veja como fazer uma boa gestão deste indicador

5 Mins de leitura
0 0 A maior parte das empresas tende a focar os seus esforços e recursos nos processos relacionados a vendas — o…

2 comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.