Entenda a importância da gestão de qualidade para sua empresa

Enquanto algumas empresas focam no valor que oferecem aos clientes e medem sua qualidade a partir disso, outras preferem se ater ao funcionamento de seus processos internos ou à satisfação dos colaboradores.

E se dissermos que é possível unir todos esses aspectos com a implementação de uma gestão de qualidade? Você já ouviu falar dessa estratégia? Sabe como aplicá-la? Esses e mais esclarecimentos são o tema do post de hoje. Confira!

O que é gestão de qualidade?

Ter uma gestão de qualidade na empresa não significa necessariamente adotar uma norma de padronização ou certificação, como a ISO 9001. Na verdade, o foco aqui está em melhorar a prestação de serviços ao cliente e suprir tanto suas necessidades presentes como as futuras.

Na prática, esse conceito se propõe a atender ao que o público espera, bem como a superar suas expectativas, suprindo demandas que vão além do que outras empresas do mesmo ramo oferecem.

Como implementar essa estratégia?

Embora seja o objetivo da maioria das empresas, agradar ao cliente é apenas o elemento final de uma cadeia que envolve fornecedores, colaboradores e líderes. E todos precisam estar em plena sintonia para conquistar uma gestão de qualidade. Conheça agora algumas das práticas que possibilitam a implementação dessa estratégia com sucesso!

Exerça uma liderança participativa

Todo o processo da gestão de qualidade começa pela liderança. É isso mesmo: por você! São os diretores e gerentes da empresa que vão nortear a organização das demandas necessárias para a satisfação da clientela e envolver os colaboradores em prol da sua essência e missão.

Exercer uma liderança participativa significa assumir essas responsabilidades, deixando bem claro para a equipe quais são as metas a serem alcançadas e o que é esperado em termos de trabalho e de postura pessoal. Afinal, como os colaboradores são embaixadores da marca, sua empresa pode ser prejudicada caso apresentem uma conduta que destoa dos valores acordados.

Defina os processos mais impactantes

Empresas de grande porte ou com uma cartela de produtos extensa precisam ter cuidado com seus indicadores. Estabelecer parâmetros complexos ou em número elevado pode desgastar a equipe e não trazer impacto algum em sua relação com o público. Para evitar esse problema, estabeleça prioridades.

Depois de conhecer seu cliente, pense sobre o que poderia melhorar essa relação. Será que seus processos e sua estrutura resolvem sua necessidade? Quais são as maiores queixas? Sua equipe tem oferecido um serviço e um atendimento de qualidade? As respostas para tais questões ajudam a priorizar aquilo que tem mais impacto no aumento da qualidade do seu negócio.

Implemente uma visão sistêmica

Compreender quais são os processos e quem são as pessoas que se relacionam com sua empresa deve ser uma meta da sua gestão. É preciso identificar quem são seus clientes, quem trabalha para você, quais são as etapas de cada processo da empresa e, principalmente, quais são seus outputs. Essa visão sistêmica ajuda a enxergar o que vai indo bem e o que precisa mudar, melhorando a tomada de decisões.

Compartilhe informações

Um problema recorrente em empresas dos mais diversos portes e áreas de atuação é a hierarquização de informações. Com medo de comprometer o andamento de uma estratégia, muitos líderes deixam de compartilhar ideias e dados com sua equipe. Perdem, assim, uma oportunidade de ouro de melhorar seus resultados com a participação de todos os colaboradores. E isso tem um forte impacto no relacionamento com o cliente.

Muitas vezes, esse consumidor entra em contato com uma determinada empresa para tirar uma simples dúvida, mas recebe informações conflitantes. Em um cenário ainda pior, ele pode até ficar sem resposta, já que muitos departamentos não têm ideia do que os outros estão fazendo.

Nesse caso, uma alternativa é investir em sistemas de gestão e softwares que integrem os processos e unam as informações da empresa em um só lugar. Além de aliviar o trabalho da liderança, esses recursos dão autonomia e melhoram a tomada de decisões dos próprios colaboradores no dia a dia.

Instigue o envolvimento de todos

Também é importante que os colaboradores sejam estimulados a compartilhar novas ideias, a ter uma postura mais positiva em relação ao atendimento ao cliente e a melhorar continuamente sua própria atuação. O detalhe é que esse envolvimento nem sempre acontece de forma natural — principalmente quando há conflitos internos ou insatisfação com as condições da empresa.

A liderança deve buscar estímulos que mudem esse quadro. Tais incentivos podem vir por meio de reconhecimento individual, bonificação extra para as melhores ideias, promoção de treinamentos e capacitação constante com foco no desenvolvimento, além de muita comunicação. Afinal, sem comunicação não há gestão de qualidade.

Procure melhorar continuamente

Implementar gestão de qualidade não é uma tarefa com prazo de conclusão definido. Ela exige melhorias constantes, uma vez que processos e produtos mudam e as exigências do mercado também.

Esse controle de qualidade é essencial não só para atender às exigências de uma determinada norma de padronização, mas para criar um padrão de qualidade próprio da sua empresa, que a diferencie da concorrência.

E quais vantagens ela pode trazer?

Implementar um sistema de gestão de qualidade é uma tarefa desafiadora. A boa notícia é que seu impacto positivo é muito maior que os desafios. Além disso, os benefícios geram um reflexo direto nos resultados e no faturamento da empresa. Confira algumas de suas principais vantagens!

Satisfação e fidelização dos clientes

Fidelizar clientes é a maior consequência de uma gestão de qualidade. E por mais que já tenhamos falado sobre a importância desse tópico, é sempre bom reforçar: diante da competitividade do mercado, garantir a plena satisfação do público é ganhar poder.

Para completar, ainda sai mais barato fidelizá-los! Afinal, conquistar clientes demanda um novo ciclo de vendas e mais gastos com marketing. Além disso, clientes que confiam na empresa não só tendem a investir mais em seus produtos e serviços como se sentem mais seguros ao negociar com ela, o que gera indicações — marketing orgânico extremamente eficiente para qualquer negócio.

Aumento da competitividade e lucratividade

Clientes satisfeitos tornam a empresa mais visível e competitiva, referência na sua área e no mercado como um todo. Como resultado da eficiência e do reconhecimento do mercado, os lucros tendem a aumentar!

Redução de custos operacionais

Além dos gastos diretos com a clientela, a gestão de qualidade também ajuda a reduzir custos operacionais com processos que deram errado, desperdícios, demissão de colaboradores e retrabalho.

Melhoria na produtividade

Uma empresa que funciona bem impacta também fornecedores e colaboradores que trabalham com ela. A eficiência de seus processos, o investimento em desenvolvimento da equipe e a maior participação da liderança geram impacto na força de trabalho, que consegue produzir com qualidade em um intervalo de tempo menor.

Crescimento da proatividade

Além da produtividade, cresce também a proatividade dos colaboradores, que passam a se engajar em todo o processo e se sentem mais motivados a oferecer um serviço capaz de encantar o cliente.

E você, já implementa uma gestão de qualidade na sua empresa? Quais foram os desafios enfrentados e os resultados obtidos? Compartilhe sua experiência e nos ajude a enriquecer o debate!

Related Posts

Implantação de ERP passo a passo: confira!

Balancete dinâmico: acompanhe as finanças em tempo...

6 estratégias para aumentar o lucro do restaurante

Deixe uma resposta