Entenda o que é endomarketing e por que é importante para sua empresa

Prosperar no mercado é o desejo de todas as empresas, certo? Para serem bem-sucedidas, porém, não basta atrair o desejo de compra dos consumidores. Também é essencial que consigam manter talentos dentro da organização. Afinal de contas, o público interno deve acreditar na marca antes mesmo dos clientes! Pensando nisso, é fundamental que a companhia crie laços e motive os colaboradores. E isso acontece por meio de ações de endomarketing.

Como o próprio nome já sugere, trata-se do marketing voltado para dentro da companhia. É ele que ajuda a construir uma relação mais forte entre negócio e time, fazendo com que o público interno realmente sinta que pertence ao ambiente. Não se esqueça de que o que diferencia uma empresa das outras é a equipe que trabalha nela!

Essa estratégia é importante devido a uma lógica bem simples: quanto mais satisfeitos os profissionais estiverem com o trabalho e as condições na empresa, mais motivados e valorizados se sentirão. Consequentemente, o empenho e a produtividade no trabalho vão às alturas! Vale já adiantar que esse processo chega inclusive aos familiares e amigos dos funcionários, uma vez que esses profissionais se tornam propagadores da marca.

Quer entender melhor o que é endomarketing e como aplicá-lo na sua organização? Então fique de olho nos próximos tópicos!

O que é endomarketing?

Endo é um prefixo que vem do grego e significa interno. E marketing você já conhece, não é mesmo? O endomarketing é, então, responsável pelo marketing feito internamente na instituição. Trata-se de um conjunto de ações que usa princípios de marketing, comunicação corporativa e administração de forma a conectar todos os envolvidos a uma mesma visão de negócio.

As áreas responsáveis pelo endomarketing podem variar em cada empresa, mas o propósito continua sempre o mesmo: servir aos interesses de toda a organização. Afinal, o mais importante é conquistar o público interno, fazendo com que cada funcionário perceba sua importância como indivíduo no contexto da empresa. Assim, ele ajuda a:

  • reduzir a rotatividade e atrair profissionais mais qualificados;
  • aprimorar o clima organizacional e a motivação dos colaboradores;
  • melhorar a percepção dos funcionários (e, consequentemente, de seus familiares e amigos) em relação à empresa;
  • aumentar a eficácia da comunicação interna;
  • desenvolver a produtividade;
  • otimizar o valor da marca.

É crucial que o endomarketing tenha uma gestão transparente, sempre atenta aos colaboradores, incentivando-os a desenvolver seus talentos, oferecendo condições seguras e saudáveis de trabalho, reconhecendo e recompensando aqueles que efetivamente se dedicam às causas da companhia e assim por diante.

Quais as vantagens de usar o endomarketing?

Empresas que investem em endomarketing estabelecem uma relação de troca com os profissionais que trabalham ali. E isso é importante porque são justamente os colaboradores que têm contato diário com os processos da organização, estando assim mais aptos a opinar e influenciar pessoas a respeito da marca. Confira quais são as principais vantagens de valorizá-los!

Motivação

Mais aberta às contribuições dos funcionários, a empresa mostra que se preocupa com a qualidade de trabalho e o bem-estar da equipe. E é claro: quando o trabalhador se sente valorizado, dá o melhor de si.

Retenção

Com o endomarketing, os profissionais se sentem inseridos em um ambiente que se interessa por seu bem-estar. Com isso, a tendência é que eles permaneçam na organização, já que percebem que ela se importa com eles. Lembrando que a retenção evita os custos trazidos pela alta rotatividade de funcionários.

Clima

Quando existe um cuidado da organização em relação ao bem-estar dos integrantes da equipe, o desempenho deles melhora, gerando mais resultados positivos. Com isso, a produtividade e a satisfação dos colaboradores melhoram significativamente.

Fidelização

Quando os profissionais estão realmente engajados, transmitem muito mais credibilidade ao consumidor, o que resulta em clientes fiéis.

Vendas

Compradores mais satisfeitos compram mais, o que automaticamente amplia os resultados e os lucros da organização.

Esses benefícios surgem para a instituição quando há comprometimento real com a campanha de endomarketing. Para que as ações estejam de acordo com os objetivos da companhia, entretanto, é essencial que haja um planejamento adequado.

Como colocar o endomarketing em prática?

Para que esse processo seja realmente efetivo, é essencial primeiramente compreender as necessidades e as dificuldades enfrentadas pelos trabalhadores no dia a dia da empresa. Esses problemas são, então, transformados em possibilidades de melhoria, sempre em busca de proporcionar o melhor ambiente de trabalho possível para a equipe.

Conhecendo essas informações, já dá para estabelecer uma comunicação mais eficiente com o time, por meio de campanhas e ações que tenham uma visão panorâmica da mensagem que a companhia quer transmitir. A ideia é estimular os profissionais para, assim, obter o engajamento desejado.

Se houver alta rotatividade entre os funcionários da organização, por exemplo, é preciso mudar as estratégias para motivá-los e, assim, reduzir esse número. Para tanto, é essencial que os profissionais se sintam realmente importantes para a instituição.

A estruturação das ações de endomarketing deve ter esses dados como base. Isso vale para campanhas, materiais gráficos, veículos eletrônicos e digitais, vídeos institucionais, games, palestras, workshops, festas, happy hours e outros. Qualquer que seja a iniciativa, o objetivo sempre será o mesmo: trazer o trabalhador para dentro do espírito da companhia.

Em vez de mandar um e-mail marketing tradicional, a empresa pode agir no ambiente corporativo como um todo, de modo a disseminar os conceitos da campanha de endomarketing de forma mais ampla. Com isso, aumentam as chances de os funcionários de fato colocarem os conceitos da campanha em prática.

Quais são as melhores práticas do endomarketing?

Para que uma estratégia de endomarketing seja efetiva, ela deve ser adequadamente estruturada e bem planejada. É isso que permite otimizar a alocação de recursos, sabia? Conheça agora algumas das principais etapas envolvidas!

Planejamento

Pode saber: qualquer estratégia bem-sucedida tem como base um bom planejamento. Sem isso, é simplesmente impossível avaliar o desempenho das ações implantadas. Por essas e outras, o primeiro passo na caminhada rumo a um endomarketing efetivo é definir os objetivos da campanha e as metas que o ajudarão a construí-la.

Além disso, é preciso avaliar os recursos disponíveis para a execução da estratégia e definir os prazos e os indicadores que mostrarão a evolução do processo. Tudo isso deve estar devidamente documentado para que os resultados possam ser acompanhados e ajustados de acordo com a necessidade.

Comunicação

Com o planejamento pronto, chega a hora de criar canais de comunicação. Lembre-se de que a troca de informações dentro da organização ajuda a colocar o endomarketing em prática. Vale a pena elaborar e enviar boletins informativos, investir em aplicativos e comunicadores instantâneos e assim por diante.

E um detalhe importante: a comunicação não deve acontecer só de cima para baixo — da gestão para os colaboradores. É preciso que todos possam contribuir com sugestões, bem como consigam tirar dúvidas e oferecer comentários relevantes. Para isso, os canais usados devem permitir interações horizontais.

Colaboração

A colaboração permite a troca benéfica de experiências. Só um espaço de descanso para que os profissionais possam interagir em suas pausas, por exemplo, já ajuda a melhorar o clima organizacional. Além disso, a realização de eventos, como workshops e palestras, favorece a criação de laços entre os colaboradores.

Reconhecimento

Os processos de reconhecimento e feedback são essenciais para que os colaboradores se mantenham motivados. Uma ação benéfica, então, é a criação de políticas de benefícios e de valorização. E para que os profissionais fiquem mais satisfeitos, esses benefícios devem ir além daqueles obrigatórios por lei.

Uma política de valorização ajuda a estimular o senso de meritocracia, incentiva a competitividade sadia e torna a bonificação mais justa. Esse reconhecimento pode acontecer por meio de benefícios materiais, como bônus acrescidos ao salário, por exemplo, bem como folgas, promoções e outras possibilidades.

Capacitação

A educação profissional cria colaboradores mais preparados para o mercado. Eles passam, então, a trabalhar com mais qualidade e também a se sentir mais satisfeitos e valorizados. A empresa pode tanto fazer parcerias com instituições de ensino quanto criar sua própria plataforma a fim de garantir a educação continuada dos integrantes da equipe.

Carreira

A elaboração de um plano de carreira transmite uma imagem de valorização dos colaboradores por parte da organização. Com isso, a empresa não só atrai novos talentos como aqueles que já estão lá ficam ainda mais motivados ao enxergar possibilidades de crescimento.

Uma boa forma de começar é divulgando as oportunidades para os profissionais mais capacitados para cada função. Depois, vale ter um processo de promoção que demande a superação de um desafio, sempre de acordo com as políticas da empresa.

Resultados

Os bons resultados atingidos pelos trabalhadores devem ser divulgados para toda a empresa. Isso ajuda a incentivar o surgimento de outros exemplos semelhantes, criando um ciclo virtuoso. Tais resultados positivos podem ser apresentados, por exemplo, pelos canais de comunicação criados para fortalecer o endomarketing.

Clima

É certo: o ambiente corporativo influencia diretamente o desempenho dos integrantes da equipe. Assim, caso existam ruídos na comunicação, é essencial entender onde exatamente está a falha. A partir disso, é possível ajustar a estratégia para otimizar os resultados. E é preciso agir rápido, antes que surja um desestímulo generalizado na companhia.

Como você viu, o endomarketing é capaz de causar impactos extremamente positivos no negócio, tudo a partir dos benefícios que traz à organização. É, assim, uma prática que funciona como diferencial competitivo para o negócio, obtido por meio da motivação, do engajamento e dos resultados dos próprios colaboradores.

Agora que você já sabe o que é endomarketing, pense: está preparado para implantá-lo na sua companhia? Siga nossas páginas nas redes sociais para ser sempre o primeiro a saber de novas publicações sobre o assunto! Estamos no Facebook, no Twitter, no YouTube e no LinkedIn.

Related Posts

Por que automatizar sua escrituração fiscal?

Alterdata Software investe em startups de funcionários

Monitoramento de áreas comuns: como fazer em...

Deixe uma resposta