NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Varejo

Qual a melhor forma de usar o Instagram na loja de roupas?

5 Mins de leitura

Aqui no blog, já falamos algumas vezes sobre a importância de uma boa presença digital para uma loja de roupas. E quando se fala em redes sociais, então, elas são praticamente indispensáveis! Afinal, além de mostrar seus produtos, elas estabelecem um canal de comunicação rápido e direto com o seu público. Dentre tantas, uma delas é indispensável na sua estratégia de marketing: Instagram.

Totalmente focada no visual, o Instagram é uma ótima plataforma para mostrar todo o seu portfólio de roupas. Além disso, conta com diversos canais para você se comunicar com o público e ainda vai ajudar você a aumentar as vendas!

Você ainda tem dúvidas sobre o potencial do  Instagram na loja de roupas? Então, continue a leitura, pois vamos te explicar tudo:

Como uma loja de roupas pode usar o Instagram?

Veja quais estratégias adotar para sua loja de roupas ter uma conta de sucesso no Instagram:

Conta comercial

O primeiro passo é logo quando você está montando seu perfil. O Instagram preparou recursos exclusivo para usuários comerciais, como lojas e influencers. Portanto, não deixe seu perfil no modo pessoal, e sim no comercial.

Parece bobagem, mas ter um perfil comercial vai fazer toda a diferença no seu Instagram. Por meio dele, você pode conferir métricas sobre seus seguidores, observar horários de engajamento e até colocar preços e links nas suas fotos, que levarão o usuário até o e-commerce (caso você tenha um).

Para fazer a mudança, vá no seu perfil, clique nas 3 barrinhas horizontais do canto superior direito, vá em Configurações > Conta > Mudar para conta profissional.

Dicas do Instagram na loja de roupas

Você não precisa usar seu Instagram apenas para vender roupas. Calma: nós sabemos que esse é o objetivo, mas seu perfil precisa ser atraente para o usuário. Então, aproveite para colocar conteúdos que sejam úteis para seu público:

  • looks: não disponha suas peças de qualquer maneira. É muito mais interessante ver looks montados em modelos, com sugestões de acessórios e sapatos. Pense em seu Instagram como uma revista cheia de editoriais de moda;
  • moda: fale sobre as tendências da atualidade e monte looks com suas peças. Assim, você mostra que entende de moda e que sua loja tem tudo o que a cliente precisa;
  • eventos: mostre feiras, workshops e outros eventos em que sua marca esteve envolvida. Houve desfile de coleção? Então, é obrigatório mostrá-lo;
  • final de estoque: sabe aquela peça incrível que fez muito sucesso na sua coleção? Quando sobrarem poucas peças, aproveite para colocar uma foto em vermelho avisando que ela já está acabando no seu estoque!

Imagens

O Instagram é o melhor e mais acessível portfólio digital que sua loja pode ter. Com ele, você consegue acessar clientes de todos os cantos do País! Mas para que isso aconteça, você precisa ter fotos caprichadas. Confira nossas dicas:

  • luz: o ideal é contar com iluminação natural, que mostra detalhes das roupas com riqueza e favorece a pele da modelo;
  • flash: e você não for um fotógrafo profissional, evite-o. Ele estoura no rosto da modelo, atrapalha a maquiagem e altera as cores das peças;
  • local: a área externa é um ótimo local para tirar boas fotos. Só tome cuidado com o horário e a posição, para que o sol não crie sombras no rosto da modelo. Já nas áreas internas, prefira locais perto de onde há maior entrada de luz, como as janelas;
  • câmera: ela precisa ser boa, mas não necessariamente profissional. Um celular já resolve seu problema. No entanto, veja se a lente está limpa — qualquer sujeira pode estragar a beleza do seu ensaio;
  • cenário: pense na história que deseja contar com a foto e em toda a composição no cenário. No verão, por exemplo, você provavelmente vai montar looks para usar no parque, no luau ou no sítio. Então, pense sempre em toda a composição visual;
  • edição: não se esqueça de usar programas para melhorar a luz e corrigir errinhos pontuais. Lightroom e Photoshop são os preferidos, mas há uma série de apps de edição.

Atualizações

O Instagram tem diversos recursos que você pode usar: imagens, stories, vídeos, IGTV e reels, por exemplo. Portanto, não há desculpa para ter um conteúdo chato! Veja algumas dicas:

  • periodicidade: tenha um calendário editorial e o siga. Mas não adianta decidir por 5 fotos na semana se você só consegue postar 3;
  • variedades: use o feed para fotos tratadas, os stories para bastidores da loja e novidades na coleção, o Reels para dicas rápidas (como criar diversos looks com poucas peças, por exemplo) e o IGTV para vídeos mais elaborados e lives;
  • engajamento: faça perguntas, enquetes e testes. Também responda às questões das seguidoras. Elas precisam saber que você está prestando atenção.

Hashtags do Instagram na loja de roupas

As hashtags são uma forma fácil de divulgar suas fotos e dicas para o Brasil (e até o mundo!) inteiro. Afinal, muitas pessoas usam a aba explorar para pesquisar novos conteúdos que tenham a ver com seu gosto. Além disso, quando uma loja faz uma estratégia inteligente de marketing digital, ela vai muito além de postar fotos de peças com seus respectivos preços — isso cativa novos seguidores e fideliza os antigos.

As pessoas usam hashtags para encontrar imagens e perfis que falem sobre o assunto de interesse. No entanto, quando se fala de marcas, é preciso ter equilíbrio no uso. Veja como aproveitar da melhor forma esse recurso do Instagram:

  • não abuse: o Instagram estabelece o uso de 30 hashtags por post, mas como estamos falando de uma marca, o ideal é não passar de 10. Com esse número, você consegue variar entre hashtags mais populares e nichadas;
  • tenha hashtags padrão: você pode usar de 3 a 4 hashtags em todos os seus posts. Por exemplo: #modafeminina, #usenomedaloja, #fashiontrends e por aí vai. As outras podem variar conforme o tipo de conteúdo — #shortfeminino #dicasdemoda #minissaia #modaRJ;
  • varie os locais: você não precisa usar a hashtag apenas na legenda. É possível colocá-las em um comentário, deixando mais espaço para conteúdo;
  • bio e stories: sim, também dá para usar as hashtags nesses espaços! Enquanto na bio você deve colocar aquelas exclusivas da sua marca, nos stories você pode explorar mais o tema da foto ou vídeo que vai postar;
  • analise: se você tem notado um aumento no número de visitas, dá para conferir se elas vieram pelas hashtags. Para isso, vá em “ver mais informações” e confira quantos usuários chegarem ao seu post por meio delas.

Microinfluenciadores digitais

Você já deve ter notado como grandes marcas investem em influenciadores gigantescas, não é verdade? Para uma marca pequena, isso pode ser frustrante. Afinal, o investimento é muito alto e nem sempre aquela influencer conversa com seu público. Então, em vez de contratar alguém de grande alcance, opte por um microinfluencer ou influencer de nicho.

Por exemplo: sua loja de roupas fica no centro do Rio de Janeiro. Por ser um local movimentado, você consegue conversar com um grande número de clientes em diversas regiões. Portanto, pode contratar uma influencer que mostre lojas e dê dicas de achadinhos na região. O importante é perceber se:

  • ela conversa com o seu público alvo: não adianta contratar uma microinfluencer de adolescentes se sua loja vende roupas sociais;
  • ela tem um bom número de conversões: o público precisa confiar naquela influencer, e esse tipo de relação costuma ser muito maior nas profissionais de nicho. Observe o engajamento do público e quais marcas costumam trabalhar com ela.

Anúncios

Quer divulgar seu perfil para um público maior? O Instagram tem uma ferramenta perfeita para montar anúncios ou impulsionar posts. Resumidamente, você pode usá-la para criar um anúncio do zero ou para pegar aquele seu post popular e levá-lo a um perfil de seguidora semelhante ao da sua cliente.

Viu como é possível usar o Instagram para divulgar sua loja de roupas? E se você quer saber como melhorar sua gestão, baixe o e-book Como gerenciar uma loja de roupas: um guia completo!

20 Artigos

Sobre o autor
Joseph Spiegel - Diretor Gestão e Vertical Moda da Alterdata
Artigos
Artigos relacionados
ERPVarejo

Sistema para MEI: qual o ideal?

5 Mins de leitura
Veja qual o sistema para MEI melhor se encaixa a esse tipo de negócio e entenda como a ferramenta vai ajudar o crescimento do seu empreendimento.
Varejo

Como emitir nota fiscal sendo MEI

10 Mins de leitura
00As notas fiscais são uma das principais de vantagens para quem é registrado como MEI. Elas permitem validar transações comerciais e garantir…
Varejo

Como abrir um CNPJ? Entenda

6 Mins de leitura
00Quem deseja abrir uma loja ou atuar como microeempreendedor individual (MEI) precisa saber que há certos passos para começar a atuar. Um deles…

2 comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.