NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Moda

O controle de estoque na loja de roupas ou calçados

5 Mins de leitura

Manter o controle sempre em dia faz muita diferença para uma loja. O controle de estoque na loja de roupas ou calcados é a melhor ferramenta para evitar prejuízos em sua loja.

A presença de mercadorias extraviadas ou duplicadas em um estabelecimento pode causar problemas graves. Do mesmo modo, não ter as mercadorias que os clientes desejam dá uma má impressão. Quando se sabe controlar o estoque, no entanto, essas questões são evitadas e os danos e prejuízos, reduzidos.

Por isso, no post de hoje, vamos falar de como fazer o controle de estoque. Continue sua leitura para aprender quais são os melhores métodos!

Controle entradas e saídas

Assim como todo sistema de organização, o controle de estoque começa pelo mais básico. Sua loja de roupas ou calçados precisa saber quais produtos chegam e quais saem. Isso permite saber sempre o que está em estoque. Do mesmo modo, ajuda a analisar quais itens são mais vendidos.

E ainda que esse controle deva ser feito de maneira diária, ainda é recomendável fazer inventários periódicos. Nesses inventários, você pode fazer um levantamento detalhado de tudo o que está no estoque. Quanto mais movimentadas forem as entradas e saídas, mais recorrentes os inventários devem ser. Assim, sua loja evita erros de cálculo e prejuízos.

Crie procedimentos para o controle de estoque

Quando não existe uma rotina a ser seguida, você corre o risco de cada funcionário fazer algo diferente. No controle de estoque, isso pode significar erros, prejuízos e tempo perdido. E, em geral, pode acabar com a motivação da equipe. Por isso, é preciso criar um processo a ser seguido.

Falando na organização e planejamento do estoque, existem muitos métodos de controle. Alguns deles são populares e muito utilizados. Por exemplo:

Controle de estoque mínimo

Nesse método, é determinada a quantidade adequada de cada peça no estoque. Isso diminui os custos de manutenção e, ao mesmo tempo, não há risco de não corresponder à demanda. Porém, exige um controle bastante meticuloso.

Primeiro que entra, primeiro que sai (PEPS)

Esse método, conhecido também como FiFo (em inglês, First in First out), evita que peças fiquem encalhadas no estoque. Nesse caso, a primeira peça comprada – que entra no estoque – deve sair primeiro do que as compradas depois. E a precificação acompanha essas datas, levando em conta o valor pago na compra.

Just-in-time

Nesse método, o estoque deve ter as peças-chave na quantidade e no momento certo. A teoria é que suprir somente as demandas imediatas seria a melhor forma de lucrar.

Empurrar ou puxar estoque

O método push (empurrar) o é utilizado quando a produção é maior do que a capacidade do estoque. Já o pull (puxar) é quando a quantidade de mercadorias mantidas no estoque é apenas o suficiente para a demanda.

Por fim, é preciso dizer que não existe um método correto. O que existe, na verdade, é a necessidade e o estilo de cada loja. Gestores diferentes podem preferir métodos diferentes. E um mesmo gestor pode preferir trocar de método ao longo do tempo. De qualquer forma, o controle de estoque pode se beneficiar de todos os métodos.

Faça uma análise do estoque

Organização e planejamento são, de fato, fundamentais para o controle de estoque. Mas para não apenas evitar prejuízos, mas conseguir lucrar mais, é preciso analisa-lo. Seu estoque entende o que está acontecendo com seu público.

Ele é a melhor forma de entender o comportamento dos clientes. O que mais sai? Quais são as tendências que os clientes adotaram? O que tem mais a ver com seu público-alvo? Quando a procura por um produto cai?

Essas perguntas ajudam a não deixar que nenhum produto fique encalhado. E, além disso, também ajuda sua loja a se guiar na hora de fazer uma nova compra.

Implemente um sistema de código de barras

Se sua loja ainda não utiliza um sistema de código de barras, é hora de considerar implementá-lo. Ele não apenas permite um controle de estoque mais organizado, mas também deixa as vendas mais ágeis.

Fazer o registro do que entra ou sai é mais simples quando os produtos estão catalogados dessa maneira. E, passando o código no leitor, você ainda pode conferir todas as informações sobre a mercadoria. Se o cliente tiver alguma dúvida, a resposta está diretamente na etiqueta do produto.

Crie classificações

Essa dica complementa a anterior. Quando um produto é catalogado e classificado, todo seu manuseio é mais simples.

Por exemplo, vamos dizer que sua loja de roupas comprou uma leva de calças jeans. Elas podem ser difíceis de encontrar, já que calças jeans são uma peça muito comum. Mas será muito mais simples se elas estiverem classificadas por lavagem, tipo e fornecedor.

Essas classificações também ajudam a tirar dúvidas dos clientes. E, é claro, para oferecer mercadorias semelhantes caso o que o cliente queira não esteja disponível.

Invista na relação com os fornecedores

Os fornecedores são uma parte essencial do controle de estoque. Afinal, se eles não entregam os produtos no prazo, sua loja de roupas fica desfalcada. Ou se eles mudam o produto, suas vendas podem ser prejudicadas. No fim das contas, ter um bom relacionamento com os fornecedores faz muita diferença.

Confira abaixo algumas dicas para tirar o melhor dessa parceria:

Pesquise

Antes de fechar uma parceria, pesquise com dedicação. Não escolha o primeiro fornecedor que for bom o suficiente. Peça indicações, procure o que outros clientes têm a dizer e tome seu tempo. Um bom fornecedor é uma peça-chave para o seu negócio.

Não se guie apenas pelo custo

Muitas vezes, o melhor custo-benefício não vem dos melhores fornecedores. Um bom fornecedor é aquele que é confiável. Que não vai aumentar os preços de uma hora para outra e que oferece um bom contrato.

Negocie prazos de entrega

Para garantir um controle de estoque eficiente, você não pode pensar apenas no custo do fornecedor. É preciso, também, pensar nos prazos que ele oferece. Muitas vezes, quem se esquece disso pode acabar com um estoque desfalcado.

Comunique-se

Ter um canal de comunicação sempre aberto é muito importante. Qualquer problema ou questão deve ser conversada com o fornecedor. Fornecedores que não são abertos à comunicação não devem ser considerados confiáveis. Procure um parceiro, e não apenas um vendedor.

Utilize um software

A tecnologia é sua melhor amiga na hora de fazer o controle de estoque. Ela elimina muitos problemas que surgem de erros humanos. Além disso, automatiza tarefas que costumam manter sua equipe ocupada sem necessidade.

Com um software de gestão integrado, também conhecido como ERP, é possível fazer isso e muito mais. Ele auxilia no controle de estoque desde o começo do processo. Entradas e saídas são registradas automaticamente. A catalogação dos itens fica muito mais simples. E tudo isso é integrado com emissão de notas fiscais, fluxo de caixa e todo o resto.

Todos os processos do controle de estoque são importantes, e esse encadeamento pode parecer complicado. Mas fica consideravelmente mais simples quando se utiliza um sistema de ERP. Todos os setores, desde o marketing até o financeiro, se integram em um só lugar.

Ficou claro que fazer o controle de estoque na loja de roupas ou calcados é uma parte essencial da administração, não é mesmo? Mas a gestão no varejo não para por aí: o gerenciamento da sua loja passa por tantas frentes que preparamos um material especial detalhando todos os pontos de controle que uma loja de roupas e calçados deve ter para obter sucesso no mercado.

Por isso, para informações de como efetivar a gestão de uma loja de roupas e fazer seu negócio crescer, faça download do nosso ebook: “Como gerenciar uma loja de roupas: um guia completo”. Basta clicar aqui.

Gostou de como fazer controle de estoque na loja de roupas ou calcados? Assista essa vídeo sobre a curva ABC na gestão do estoque e melhore seu conhecimento.

40 Artigos

Sobre o autor
Joseph Spiegel - Diretor Gestão e Vertical Moda da Alterdata
Artigos
Artigos relacionados
Moda

Ideias de nomes para loja de roupas: 7 dicas para te ajudar

4 Mins de leitura
Que tal uma ajuda para ter mais ideias de nomes para loja de roupas? Venha conosco e confira as nossas dicas para acertar na escolha da sua marca.
Moda

Como escolher os produtos para loja de roupas?

4 Mins de leitura
Listamos aqui as dicas para você escolher os melhores produtos para loja de roupas. Confira as orientações sobre público-alvo, fornecedores e mais
Moda

O que é essencial na decoração para loja de roupas?

4 Mins de leitura
Decoração para loja de roupas: entenda como fazê-la e de que maneiras criar diferenciais para o seu negócio a partir da organização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.