NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Gestão

Pós-crise Coronavírus: como se recuperar da recessão? Descubra aqui!

5 Mins de leitura

A economia do Brasil caminha para uma recessão bastante crítica em 2020. Com o impacto do novo coronavírus, diversas consultorias e bancos voltaram a revisar para baixo todas as projeções de desempenho do Produto Interno Bruto (PIB). Muitos analistas dão como certa uma retração da atividade, algo que não acontece desde o ano de 2016. O que muitos gestores estão se perguntando nesse momento é: como se recuperar da recessão?

Sem dúvidas, não é nada fácil retornar às épocas de grandes conquistas no negócio depois de passar por uma crise como a que estamos presenciando. Contudo, é totalmente possível usar técnicas de reestruturação para começar a trabalhar nisso.

O objetivo é se valer de alguns princípios a fim de garantir uma visão de futuro diferente, com base nas novas expectativas depois da pandemia. Não se preocupe, pois, neste texto, trouxemos algumas dicas valiosas para você iniciar a sua volta por cima. Continue lendo e saiba mais!

O que se sabe sobre o novo coronavírus?

O novo vírus que se espalhou pelo mundo é uma variação da família coronavírus. Vale lembrar que os primeiros foram identificados em 1960 e, quanto ao seu nome, esse recebeu, temporariamente, a nomenclatura de 2019-nCoV. A Organização Mundial de Saúde (OMS) nomeou oficialmente a doença de COVID-19.

Ainda não está muito claro de que forma aconteceu a mutação que permitiu o surgimento desse novo vírus. Vale mencionar que outras variações mais antigas de coronavírus, como MERS-CoV e SARS-CoV, já são conhecidas pelos cientistas e também chegaram aos seres humanos a partir do contato com animais.

A OMS fez a emissão do primeiro alerta para o novo coronavírus no dia 31 de dezembro de 2019, após autoridades da China notificarem casos de uma pneumonia misteriosa na cidade de Wuhan, o sétimo maior município chinês, com 11 milhões de habitantes.

O que ocasionou a recessão atual?

O avanço do novo coronavírus tem provocado uma grande paralisação na economia global. Aqui no Brasil, parte da sociedade está isolada em casa, fábricas precisaram interromper ou diminuir a produção e o varejo baixou as portas para conter a propagação do vírus.

Como todos sabem, o resultado dessa combinação são as demissões que as empresas já estão anunciando, o que vai piorar ainda mais o quadro econômico brasileiro. A última vez que o nosso país e o mundo sentiram um impacto gigantesco como esse foi na crise financeira de 2008.

A doença ainda chegou por aqui em um momento extremamente ruim. Os últimos números da economia em 2019 já apresentavam uma perda de ritmo.

As projeções para o desempenho do PIB neste ano, antes de o surto se propagar, estavam sendo reduzidas, estando bem próximas de uma expansão de 1,5%.

De acordo com muitos analistas, o estrago maior na economia do Brasil certamente vai ser visto no segundo trimestre, quando os efeitos e as consequências de toda essa paralisação econômica vão ser sentidos de maneira ainda mais intensa.

Como a minha empresa pode se recuperar da crise?

Apesar das condições atuais, é possível manter o controle e tomar iniciativas estratégicas. Confira a seguir as melhores dicas para que seu negócio possa se reerguer da recessão!

Analise a real situação do seu negócio

Para saber como se recuperar de uma recessão e resolver os principais problemas é necessário, antes de tudo, conhecê-los. Então, analise o fluxo de caixa e procure saber em que momento as coisas realmente saíram do controle. Se houver um colaborador responsável pelas finanças, ele vai ser fundamental nesse processo, podendo disponibilizar todas as informações.

Também não se deve de forma alguma ter medo de somar as dívidas e analisar o valor total para quitá-las. Pode ser algo assustador, sobretudo se for uma quantia alta, mas tenha em mente que fugir da realidade não ajudará em nada, pelo contrário, vai piorar o que já não está nada bom.

Corte todos os gastos desnecessários

Analise com cuidado quais são os custos que você pode cortar do orçamento da empresa. Lembrando que as demissões devem ficar sempre para último caso, já que dispensar profissionais importantes só gera acúmulo de funções, o que acarreta mais e mais problemas. Então, uma boa saída é pensar em despesas gerais passíveis de corte e também nas que permitem uma redução de gastos, como telefone, luz e água.

Reúna toda a equipe, explique o real cenário e deixe claro que vai precisar contar com a colaboração de todos para resolver a situação da melhor forma. É fundamental incentivar os colaboradores para que possam ajudar na recuperação da saúde financeira do negócio, pois, quando o time está unido, tudo acaba fluindo melhor.

Controle de perto o fluxo financeiro

Fazer um controle eficaz do fluxo de caixa é indispensável. Se for possível, você pode usar um software de gestão e integração de sistemas ao fazer o registro das entradas e saídas de dinheiro e utilizar essas informações para tomar decisões bem mais acertadas.

Outro benefício é que você pode realizar previsões financeiras para os próximos meses. Assim, vai conseguir prever um saldo negativo, por exemplo, podendo tomar antecipadamente uma atitude correta de modo a evitar que isso ocorra. Portanto, se seu negócio ainda não tem um fluxo de caixa organizado, o ideal é começar agora mesmo!

Invista em inovação

Qualquer empresa de sucesso tem o perfil de desenvolver novas formas operacionais que gerem diferenciais competitivos para o negócio. Em um período de economia em baixa como o que estamos vivendo — e que viveremos nos próximos meses —, essas ideias são determinantes para garantir perspectivas de crescimento. Contudo, isso só vai ser possível se existir uma cultura de inovação na empresa.

Para ter excelentes resultados, é importante incentivar os colaboradores a assumirem um papel proativo e estratégico. Ofereça as informações que eles necessitam para tomar decisões e oriente todos a criar cenários novos que ajudem não só a salvar o empreendimento, mas que possam adaptar o modelo de negócio conforme as tendências do futuro.

Conte com um time colaborativo de confiança

Um dos ativos mais indispensáveis que uma empresa tem é uma boa equipe de profissionais. Por isso, podemos dizer que aqueles gestores que já vão logo cortando a folha de pagamento em momentos de crise e recessão estão fadados ao fracasso.

O processo, em fases complicadas, precisa ser o oposto da demissão sem critérios.

É preciso investir nos melhores colaboradores (sobretudo naqueles que têm potencial para inovação) e motivar a equipe. Ela deve funcionar como um verdadeiro time, focado sempre na estratégia traçada para conquistar as metas da empresa.

Outra oportunidade interessante que acaba surgindo na crise é que muitos talentos ficam disponíveis no mercado, afinal, há muitas reformulações nas empresas. Então, com bastante perspicácia, você pode renovar o quadro de profissionais, que vão trazer força e bastante experiência nesse momento.

Agora que você já sabe como se recuperar da recessão causada pela COVID-19, terá a chance de tomar atitudes mais vantajosas para seu empreendimento. Passar por situações como essa é realmente complicado, mas, com certeza, é algo que também traz muito aprendizado. Então, utilize tudo o que aprender a favor do seu negócio e recomece.

Gostou do que leu? Quer aproveitar que já está aqui e aprender mais com nossos conteúdos? Confira agora 5 dicas de gestão empresarial de CEOs de sucesso!

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipe
248 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Gestão

Liderança de sucesso: 7 dicas infalíveis para você conhecer!

4 Mins de leitura
A liderança de sucesso ocorre quando o líder de uma equipe é eficiente na condução dos colaboradores e consegue alinhar as ações…
GestãoVarejo

Qual o melhor software de gestão para pequenas empresas?

5 Mins de leitura
Sabia que o ERP for ME é o melhor software de gestão empresarial para pequenas empresas? Venha conosco e entenda mais sobre ele agora mesmo!
Dicas de GestãoGestão

Como as Redes Sociais são importantes para uma aproximação com seu público- alvo

4 Mins de leitura
As redes sociais e o público-alvo têm uma relação muito direta. Afinal de contas, essas mídias se tornaram canais de comunicação com…

1 comentario

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.