Gestão

Gestão de loja virtual: 6 dicas valiosas para simplificar o dia a dia

4 Mins de leitura

Cuidar de um negócio online pode ser um desafio e tanto. É preciso ter cuidado com uma série de situações. Entre outras, podemos citar a necessidade de se comunicar com o público ideal, a questão financeira e também a logística. Em resumo, para fazer uma gestão de loja virtual do jeito certo o mais importante é se organizar.

É por isso que preparamos este conteúdo. Saiba mais sobre a importância de uma boa gestão e como fazer da maneira mais qualificada.

Importância de uma boa gestão

Uma boa gestão facilita as coisas para o empreendedor. Com ela é possível evitar desperdícios e otimizar processos. Empresas como lojas virtuais, por exemplo, dependem disso para prosperar.

É por meio da boa gestão que se faz possível:

  • centralizar as ações;
  • trabalhar com foco em metas claras;
  • diminuir os gastos;
  • aumentar a produtividade da equipe;
  • simplificar o controle sobre os processos;
  • entre outros.

A realidade é que com uma boa gestão, os processos empresariais passam a ser feitos a partir de critérios. Assim é possível acompanhar as movimentações e interferir sempre que for necessário. E o que é melhor: de maneira pontual.

Em resumo, com uma boa gestão, a empresa tem como se posicionar adequadamente no mercado. E isso costuma ser essencial na busca por resultados mais satisfatórios.

O grande desafio é criar meios para que os processos se tornem claros e compreensíveis. É o que vamos mostrar como fazer agora a partir de dicas simples.

6 dicas para fazer uma boa gestão de loja virtual

gestao de loja virtual

No caso da loja virtual é importante considerar as características desse tipo de negócio. De maneira geral, consideramos 6 elementos que certamente ajudam a qualificar a boa gestão. Saiba quais são eles e como aplicar.

1. Trabalhe com o conceito de persona

No marketing digital, costumamos trabalhar com o conceito de persona para ir um pouco além das possibilidades oferecidas pelo público-alvo. O motivo é que a persona representa um personagem semifictício que é a média dos consumidores de uma empresa. O público-alvo, por sua vez, representa um grupo mais amplo que pode ser impactado por uma mensagem.

Isso quer dizer que a persona é algo mais específico. É um personagem criado com as características do seu consumidor ideal que permite criar mensagens e atingir em cheio as pessoas que se identificam com ele.

Logo, trabalhar com o conceito de persona é algo que ajuda você a direcionar suas mensagens em ambiente online. Esse é um diferencial e tanto para atingir o público certo.

2. Considere a etapa dentro do funil de vendas

O funil de vendas é outro conceito de especial relevância. Costumamos dividir o público consumidor em clientes que estão:

  • na fase da atração;
  • na fase da consideração;
  • na fase da conversão.

A ideia é muito simples. Como em um funil, é preciso fazer com que as pessoas que estão na primeira fase migrem para a seguinte e assim por diante.

Isso é de grande utilidade para a gestão de loja virtual. O motivo é que existem estratégias já conhecidas e validadas para cada fase. Conhecendo cada uma delas, sua empresa consegue não só atingir pessoas com interesse real em comprar de você. É possível ir além, alcançando pessoas novas, que sequer conhecem o seu negócio, mas que têm o perfil ideal para se tornarem clientes no médio ou longo prazo.

É dessa forma que a loja virtual consegue aumentar sua base de clientes e se manter sempre em evidência.

3. Observe o processo de vendas

Pense em como seus colaboradores abordam os clientes e oferecem os produtos da sua loja virtual. Existe um padrão nesse trabalho?

O ideal é que exista. É interessante que a sua empresa seja capaz de criar um roteiro voltado tanto para o marketing quanto para as vendas.

E esse roteiro pode ser criado a partir das fases do seu funil e das características da persona. Em resumo, você pode simplesmente avaliar esses dois elementos e em função deles definir o seu padrão.

Basta criar uma lista cronológica com todas as etapas que precisam ser seguidas. Assim os vendedores saberão exatamente o que fazer para levar as pessoas da fase de apresentação do produto até o fechamento do negócio.

Fases intermediárias como a da nutrição de informações, negociação e envio de propostas podem se tornar muito mais fáceis a partir dessa programação.

4. Atenção especial às finanças

O controle financeiro precisa ser rigoroso se você quiser que a sua gestão de loja virtual seja realmente eficiente. Para que isso aconteça, o ideal é que exista uma política clara em relação às movimentações.

Essa política geralmente começa com a prática do controle e registro diário do fluxo de caixa. Assim é possível acompanhar com maior precisão as entradas e saídas da empresa.

Da mesma forma é importante pensar tanto na criação de uma reserva de emergência capaz de proteger o empreendimento por pelo menos 6 meses, quanto na projeção de custos por período.

Também vale lembrar que os gastos e lucros da empresa pertencem à organização e não aos sócios. Portanto, vale a pena separar finanças pessoais das empresariais para fazer a melhor gestão de loja virtual.

5. Tenha uma política de gestão de estoque

Cuidar da qualidade das reposições pode ser um diferencial e tanto em uma loja virtual. Garantindo a maior eficiência em relação a isso, o gestor tem como evitar que o negócio perca vendas sem necessidade e gere problemas com o cliente.

Para tanto, o mais indicado é contar com ferramentas para automatizar o controle do estoque. Isso porque com ferramentas avançadas é possível monitorar o estoque em tempo real e evitar desperdícios.

Em resumo, esse acompanhamento ajuda a evitar problemas como vendas duplicadas, artigos em falta e até perda de produtos pela validade. Portanto, não pode ser ignorado.

6. Pense em soluções logísticas

Por fim, uma boa gestão de loja virtual tem foco na qualidade da entrega dos produtos para o cliente. É preciso pensar em meios para entregar no tempo certo, e com preço de frete dentro da realidade do consumidor.

Para tanto, vale a pena pensar em prazos razoáveis e contar com parceiros capazes de viabilizar a satisfação do cliente.

Soluções tecnológicas são essenciais em relação a isso. Elas permitem, entre outros diferenciais:

  • garantir o processamento de uma maior quantidade de dados;
  • obter esses dados em tempo real;
  • apresentar rotas mais inteligentes para as entregas;
  • rastrear veículos e produtos;
  • oferecer informações sobre o desempenho dos veículos;
  • acompanhar o estoque.

Quer saber como a Alterdata pode ajudar você e a sua empresa a construir isso? Então confira no nosso blog outros conteúdos sobre gestão de loja virtual.

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipe
340 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Dicas de GestãoGestão

Gestão de pequenos negócios: como aprimorar a administração da sua empresa?

4 Mins de leitura
Veja as dicas de gestão de pequenos negócios para tornar e manter a sua empresa competitiva no mercado em que atua.
GestãoVarejo

Gerenciamento de papelaria: o que é preciso saber para ter sucesso

4 Mins de leitura
Saiba como fazer um gerenciamento de papelaria com qualidade e gerar protagonismo para a sua empresa no mercado.
GestãoVarejo

Saiba como extrair XML de uma nota fiscal

4 Mins de leitura
A gente te explica como extrair XML e mostra as vantagens desse processo para o seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.