NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Petshop

Definindo o mix de produtos para pet shop da sua loja

5 Mins de leitura

Para os adoradores de cães e gatos, pet shops são como um oásis. Uma pequena (ou grande) região cheia de possibilidades para atender aos mais variados mimos e necessidade dos animaizinhos de estimação. Brasileiros, por exemplo, gastam por ano mais de 15 bilhões de reais com artefatos e serviços para os bichos. E, claro para quem quer investir na área, é preciso planejar um mix ideal de produtos para pet shop que atenda muito bem a essa demanda.

Afinal, os consumidores são exigentes e o ramo é promissor. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), o setor faturou mais de 22 bilhões de reais.  Inclusive, o Brasil está no 4º lugar do ranking de países com maior faturamento no setor. Não à toa. O censo pet feito pelo IBGE aponta que são mais de 139 milhões de animais de estimação no país.

Então, se você está pensando em abrir ou já tem um negócio no ramo, saiba: está no caminho certo. No entanto, o êxito para o restante da jornada tem a ver com uma oferta assertiva de produtos para pet shop, uma vez que é preciso agradar esses donos apaixonados. Quer conhecer qual é o mix ideal para ter na sua loja? Segue a leitura!

Entendendo o mix de produtos para pet shop

Cães e gatos são como filhos e filhas. Por isso, muitos donos não economizam em cuidado, atenção e amor com seus animais de estimação. Então quem decidir investir na prestação de serviços para esses clientes especiais deve saber, ao menos, como é feito a divisão do segmento para atender bem às suas necessidades. São 4 subáreas de produtos para pet shop. Veja:

  • Pet care: uma área que oferece cuidados para os animais como banho, tosa, corte de unhas, etc;
  • Alimentos para animais de estimação: produtos para nutrição animal;
  • Veterinário de animais: serviços veterinários;
  • Serviço de pet: bem-estar, hospedagem para cães e gatos; spa, passeios, etc.

Trata-se de um mercado em ascensão que, hoje em dia, vai além da venda de produtos como rações e remédios. Há diferentes públicos, com diferentes necessidades. O envolvimento emocional dos donos em relação aos seus cães e gatos também impulsiona o avanço das vendas no setor. Mas, afinal, como definir o mix de produtos para o pet shop da sua loja?

Em quais produtos para pet shop investir?

Assim como em qualquer negócio, um mix de produtos para pet shop deve se pautar pela demanda dos clientes. Por isso, antes de qualquer coisa, é importante conhecer seu público-alvo. Pergunte-se: para quem eu vendo? Qual o grau de escolaridade, idade, gênero? Quanto meu público ganha por mês? Quanto está disposto a gastar?

As respostas para essas perguntas serão um guia para definir um mix de produtos ideal para o seu pet shop. Lembre-se: um estoque adequado é aquele que tem mais chances de suprir às necessidades das pessoas a quem você objetiva atender. E isso lhe dará o seu posicionamento de mercado.

Agora é hora de conhecer os produtos que, independentemente do nicho, estão no pódio de vendas de todo pet shop. São itens que possuem alto giro e que garantem também o faturamento da loja. Veja alguns dos principais:

Rações

Para se ter uma ideia, segundo a Abinpet, quase 70% do faturamento do setor em 2018 veio com os produtos para alimentação animal. Ou seja, rações e petiscos tradicionais são por vezes responsáveis pela maior parte das vendas de um pet shop. O giro do estoque é alto por conta da procura rotineira dos donos dos animais de estimação. Afinal, trata-se do item que é responsável pela nutrição diária dos pets. E há diversos tipos no mercado: para cães, para gatos, de origem vegetal, de origem animal, premium, super premium, etc.

Veja os produtos que não podem faltar para cães:

  • Rações;
  • Petiscos;
  • Ossinhos;
  • Bifinhos.

E os produtos indispensáveis para gatos:

  • Rações;
  • Sachês;
  • Bifinhos.

Acessórios

Engana-se quem pensa que uma loja pet é um local para a venda de itens básicos para cães e gatos. Quem desponta como um dos atrativos no mix de produtos para pet shop são os acessórios. “Pais e mães” de caninos e felinos querem garantir cada vez mais conforto e bem-estar para seus pupilos. Inclusive, eles até deixam de gastar o próprio dinheiro com viagens e restaurantes para priorizar os mimos dos pets.

São muitas as possibilidades que mexem com os corações dos donos: acessórios como coleiras, brinquedos, arranhadores, comedouros, bebedouros, camas, roupas, etc. Então fica cada dia mais difícil uma ida ao pet shop sem a compra de um item especial para os cães e gatos domésticos.

Remédios

É claro que os itens veterinários não podiam ficar de fora dessa lista. Os remédios são produtos essenciais para o pet shop da sua loja porque a procura é muito alta. São vermífugos, anti carrapatos, antipulgas, remédio para vermes… Todos os itens necessários para garantir a manutenção da saúde animal.

Produtos para higiene

Os itens de beleza para animais de estimação também são um grande atrativo para incluir ao mix de produtos para pet shop. à sacola do cliente que vai apenas comprar uma ração. Afinal, com o engajamento emocional que os donos vêm construindo com seus animaizinhos, é comum encontrar um cliente que vai comprar apenas uma ração e sai com um shampoo, um sabonete especial ou um creme dental a mais na sacola. A intenção, claro, é deixar os pupilos sempre mais belos e cheirosos.

Posicionamento e mix de produtos

Como mencionamos anteriormente, é trivial planejar o mix de produtos para pet shop a partir do público-alvo da loja. Se seu posicionamento de mercado é mais popular, seu estoque deverá trazer itens que atendam às necessidades desse perfil de cliente. Se o seu público-alvo são pessoas dispostas a fazer um investimento maior no conforto e no bem-estar de cães e gatos, seu mix de produtos deverá trazer itens diferenciados para o mercado.

Inclusive, dados de uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostram que o brasileiro gasta quase 200 reais por mês, em média, com animais de estimação, e a minoria associa essas compras a despesas. O que confirma a “gourmetização” do mercado de pets no Brasil.

Logo, para atender bem a um público que é mais exigente e que busca produtos inovadores, é essencial investir em um mix de produtos para pet shop que inclua itens diferenciados. Veja: hoje em dia, além das rações e petiscos, há diversos produtos especiais, pensados para agradar especialmente os bichinhos de estimação. São bolos, pães, pipoca e até cervejas específicas para cães e gatos.

Pronto! Agora você já sabe que definir um mix adequado de produtos para pet shop é um dos primeiros passos para manter o alto giro do negócio. Também já conhece quais são os itens indispensáveis para o faturamento da loja. Mas lembre-se: uma coisa não exclui a outra. É importante fazer pesquisas para conhecer melhor seu cliente e alinhar seu estoque às necessidades mais valorizadas. Afinal, o que o seu público-alvo busca é o que você precisa oferecer.

Quer seguir o aprendizado sobre pet shop? Confira agora mesmo Como montar um pet shop em 12 passos!

231 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Petshop

Agenda para Pet Shop: conheça a solução da Alterdata

6 Mins de leitura
Precisando de uma boa agenda para pet shop? Conheça o software da Alterdata e o que ele pode fazer para ajudá-lo a turbinar os negócios. Vamos lá?
PetshopVarejo

Como escolher o melhor sistema para pet shop?

5 Mins de leitura
Veja quais são os pontos que você deve observar para escolher um bom sistema para pet shop e aumente a produtividade do seu negócio!
Petshop

Qual o melhor software para pet shop?

5 Mins de leitura
Você precisa otimizar os processos da sua loja? Não aguenta mais perder tanto tempo com a parte burocrática? Veja como escolher o melhor software para pet shop!

2 comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.