NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Gestão Contábil

Afinal, vale a pena investir em uma franquia contábil?

4 Mins de leitura

A franquia contábil é uma das possibilidades de se investir em um nicho de negócios que cresce sem parar há mais de 20 anos no Brasil. Entra governo, sai governo, crises vêm e vão e lá estão elas, as franquias, firmes e fortes.

É o que diz o censo da Associação Brasileira de Franchising (ABF), no qual fica constatado que, em 2019, o segmento de franquias cresceu 6,9% em receitas. A título de comparação, o setor de serviços, nesse mesmo período, passou por uma retração de 0,1%.

No entanto, o franchising contábil ainda é um ramo não tão variado em termos de opções de marcas, como o alimentício ou de vestuário. Sendo assim, é preciso se informar bem antes de investir.

E a proposta deste artigo é justamente orientá-lo a dar os primeiros passos antes de montar o negócio. Continue com a leitura e descubra se esse tipo de franquia é uma boa ideia para você!

Como funciona uma franquia

Ser franqueado significa gerir um negócio cujo modelo já foi testado e aprovado. Talvez o melhor case de sucesso nesse ramo seja a famosa rede de fast-food McDonald’s. Até 2018, ela tinha nada menos que 38.855 unidades mundo afora — o que faz da marca a maior do planeta em seu segmento.

Tamanha expansão não seria viável se não fosse o modelo de franquias que, a propósito, praticamente nasceu com o McDonald’s. Cada loja tem um dono que, por sua vez, investiu recursos para poder explorar o potencial gigantesco de vendas dos “Arcos Dourados”.

A franquia contábil

No caso da franquia contábil, o princípio é o mesmo. Ela diz respeito a aquisição dos direitos de uso de uma marca conhecida, explorando-a comercialmente no ramo da contabilidade. Ou seja, consiste na aplicação de um modelo de negócio já pronto, valendo-se da experiência e renome conquistados por outra empresa do segmento.

Principais vantagens

A franquia contábil elimina a necessidade de se investir mais pesado em promoção e publicidade, como acontece com os empreendimentos que dão os primeiros passos no mercado. Há, ainda, outras vantagens a se considerar. Veja quais são!

Treinamento

Prestar serviços de contabilidade requer muito preparo, ainda mais no Brasil, mundialmente famoso por sua burocracia e carga tributária elevada. Quando você começa com uma franquia contábil, já garante o treinamento e a preparação para entrar no ramo, evitando os erros comuns aos marinheiros de primeira viagem. Isso vale, claro, para os contadores, naturalmente os principais interessados nesse tipo de negócio.

Além disso, em franquias, existem processos comuns às marcas que devem ser seguidos pelo franqueado por força de contrato. Isso também exige a passagem por um treinamento, que serve para uniformizar, por exemplo, a parte do atendimento, Service Level Agreement (SLA), entre outros aspectos.

Investimento em marketing

Outra vantagem bastante considerável é que o plano de marketing de uma franquia já vem pronto. Não é necessário se preocupar em montar uma estratégia de Ponto de Venda, prospecção ou de fidelização de clientes. Tudo isso e muito mais já vem “mastigado”, bastando apenas colocar em prática.

Trata-se de um plus considerável, se levarmos em conta que montar uma estratégia de marketing certeira é um grande desafio para empresários de todos os setores. Quando se trata de um nicho tão específico como o contábil, contar com um plano cujos resultados são praticamente garantidos é, sem dúvida, uma tranquilidade.

Marca já conhecida

Diferentemente do McDonald’s, empresas contábeis não desfrutam da mesma popularidade, pelo menos não em um volume tão grande de pessoas. Sendo um negócio cujo público tem demandas bastante específicas, quanto mais reconhecida for a marca, menores serão os riscos enfrentados.

Nesse caso, considere que a boa reputação de um escritório contábil não se constrói do dia para a noite. Para boa parte deles, a credibilidade só veio depois de décadas no mercado. Imagine então para quem começa agora sem nenhuma referência? Esse obstáculo não existe quando se investe em uma franquia.

Digitalização

A contabilidade 4.0 é uma realidade que veio para ficar e se consolidar em um futuro próximo. Uma franquia contábil abre oportunidades de explorar esse segmento, com as possibilidades e a conveniência dos serviços contábeis em plataformas digitais. Dependendo da franquia, é também uma maneira de se investir a um custo menor do que se fosse preciso montar uma infraestrutura física.

Principais desvantagens

Como destacamos no início, nosso propósito é orientar você em relação aos aspectos mais relevantes ao investir em uma franquia contábil. Isso implica mostrar as vantagens e, naturalmente, as desvantagens desse modelo. Confira a seguir!

Ausência de autonomia

Uma franquia é uma espécie de “pacote” no qual o franqueado se obriga contratualmente a seguir todas as determinações da marca franqueadora. Dessa forma, não há possibilidade de fazer do seu jeito. Todos os detalhes, incluindo a apresentação do Ponto de Venda, o uniforme dos colaboradores e o layout do site, devem seguir um protocolo padrão.

Assim sendo, se você é dos que valorizam mais a iniciativa própria, pode ser que o modelo de franquia o faça se sentir engessado. Cabe ressaltar que, na maioria dos casos, são previstas multas e penalidades caso o franqueado venha a descumprir o contrato.

Embora o segmento contábil seja mais técnico, há de se considerar que a falta de liberdade pode vir a ser um problema, dependendo do perfil do franqueado. Imagine, por exemplo, que você pretenda oferecer um novo serviço com ótimo potencial de venda. Se a franqueadora não autorizar ou essa ação não estiver prevista no contrato, pode ser que você tenha que abrir mão de boas oportunidades.

Custos mais altos

Ainda que uma empresa iniciada do zero apresente custos para ser lançada, uma franquia também exige uma certa capacidade de investimento. Há algumas no segmento de contabilidade que demandam o desembolso de mais de R$ 75 mil apenas para começar.

Deve-se considerar também o valor dos royalties, um tipo de comissão que cada franqueado paga para ter direito a utilizar a marca. Há franquias que cobram valores bastante elevados — algumas passando de 50% da receita bruta. Por outro lado, há aquelas que não cobram royalties fixos. Essa variação exige uma análise cuidadosa no sentido de certificar-se que o retorno compensará o investimento no prazo adequado.

E então, conseguiu entender melhor quais são os prós e contras de uma franquia contábil? Tome este artigo como referência e busque mais informações sobre o assunto para se preparar para investir com segurança.

Não perca tempo: continue aprendendo aqui mesmo no blog da Alterdata. Confira agora mesmo quais são as maiores vantagens de utilizar um sistema de contabilidade!

Powered by Rock Convert
153 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical Contábil da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
ContabilidadeGestão Contábil

Planejamento Tributário para 2021: como organizar desde o início

1 Mins de leitura
00Saiba a importância de montar um planejamento tributário Veja por que é importante fazer um planejamento tributário para o seu negócio no…
ContabilidadeGestão Contábil

8 estratégias essenciais para evitar o calote do cliente

5 Mins de leitura
00Gerenciar um negócio é bastante desafiador, e um dos maiores obstáculos é evitar o calote do cliente. A empresa fica em um…
Gestão ContábilSem categoria

Entenda como usar o Clubhouse para contadores

4 Mins de leitura
00Usar o Clubhouse para contadores pode ser uma excelente forma de melhorar a performance nos negócios, além de ser um meio de…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.