NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Gestão Contábil

Como preparar a contabilidade das empresas para a Black Friday?

4 Mins de leitura

A Black Friday para a contabilidade está chegando e, com ela, todo um preparo deve ser feito para assegurar que as empresas atendidas tenham a melhor performance. Afinal, nem sempre um bom volume de vendas significa lucratividade, uma vez que é necessário calcular todos os custos envolvidos na operação. Logística, tributos e fornecedores exigem atenção especial nessa época em que as vendas são turbinadas.

Ademais, neste ano estima-se que 67% dos brasileiros aproveitem o período promocional de alguma forma, devido à recessão na economia. Por isso, a contabilidade é essencial para um bom desempenho na Black Friday, de maneira que os custos operacionais não superem as receitas com vendas. Fique por aqui e saiba como fazer isso!

Por que a contabilidade é importante na Black Friday?

A função do contador nas empresas é ser o braço direito da gestão em assuntos contábeis, fiscais e financeiros. Isso inclui, entre outras atividades, auxiliar na elaboração de estratégias que permitam reduzir seus custos e, em consequência, aumentar os lucros.

Em períodos naturalmente mais agitados para o mercado, como as festas de fim de ano, datas comemorativas e a Black Friday, a relevância da contabilidade torna-se ainda maior. Afinal, todo lucro vem acompanhado da justa contrapartida, ou seja, não existe negócio que venda mais sem investir em igual proporção.

Portanto, ao garantir o equilíbrio entre receitas e despesas, a contabilidade vem a ser a principal fonte de conhecimento para ter os resultados esperados. Conheça alguns dos aspectos em que você pode ajudar seus clientes a gerir melhor os negócios nesse período!

Gerenciamento de estoque

Promoções significam giro de estoque muito mais intenso que o normal. Isso implica custos maiores com fornecedores, compras e com a própria gestão do espaço e logística. Imagine ter que lidar com tudo isso sem uma contabilidade preparada?

Nesse aspecto, o foco deve ser o giro de mercadorias nas lojas e nas rotinas do setor de compras. Para quem tem delivery, o foco deve ser nas atividades de picking e packing junto às operações de despacho de mercadorias.

Cálculo de descontos

Vendas só geram receitas quando a empresa calcula a margem de lucro ideal dos produtos ou serviços. Esse é mais um ponto em que a contabilidade deve se antecipar, sem deixar de considerar, ainda, o peso dos impostos e demais custos operacionais.

A ideia, aqui, é conceder descontos que sejam atrativos e que gerem, ao mesmo tempo, lucros que compensem o investimento realizado.

Precificação adequada

Não chega a ser uma novidade que o consumidor hoje é omnichannel, certo? Esse perfil de cliente tem um faro muito aguçado em perceber onde estão as melhores oportunidades, por isso, é fundamental precificar com máxima exatidão.

Nesse cenário, a contabilidade deve colocar na balança os custos envolvidos com a produção ou compra de produtos e, paralelamente, comparar com os preços dos concorrentes.

Gestão de fluxo de caixa

Sejam quais forem seus preços e a margem de lucro esperada, uma coisa é certa: seu fluxo de caixa vai exigir muito mais atenção na Black Friday do que em dias normais.

Sendo assim, a contabilidade precisa estar atenta à gestão desse elemento importantíssimo no Ponto de Venda (PdV). Afinal, sem o controle efetivo do fluxo de caixa, a empresa corre um sério risco de se perder na conciliação bancária, além de se expor a fraudes e a falhar com seus fornecedores.

Banner eContador Alterdata

Controle de notas fiscais

Outro aspecto do negócio que, na Black Friday, ganha uma dimensão maior do que o normal é a emissão das notas fiscais.

Com documentos emitidos em maior volume e transações com valores maiores — espera-se que as pessoas comprem mais — pode ser um desafio e tanto assegurar o preenchimento correto e o posterior armazenamento. Por isso, todo cuidado é pouco, desde o controle por parte do contador até o treinamento dos colaboradores na linha de frente.

Como preparar a contabilidade para a Black Friday?

Considerando que a contabilidade do futuro já se faz notar hoje, é com base nas práticas de vanguarda que você vai poder se preparar para dar conta da “avalanche” da Black Friday.

Aqui, o que vale é apostar em planejamento, já que o fluxo de clientes, entregas, emissão de notas e de contratações aumenta de forma exponencial. Veja na sequência como se antecipar a fim de que as promoções sejam motivos apenas de celebração e não de dor de cabeça!

Defina a estratégia de marketing

Como você pretende ser visto na Black Friday? Que tipo de consumidor deseja atrair? Sua ideia é aproveitar e ampliar a participação no mercado?

Essas são algumas questões que podem ser feitas para orientar melhor a estratégia de marketing do seu cliente que, por sua vez, não deve abrir mão das melhores plataformas digitais. Por isso, vale investir em conteúdo pago, Facebook Ads e, claro, no bom e velho Google Adwords.

Mapeie a cadeia de suprimentos

Um dos segmentos mais exigidos nesse período promocional é o do varejo de roupas, assim como o de eletroeletrônicos e bens de consumo duráveis.

Neles, existe toda uma preocupação com as operações logísticas, já que dependem de uma rede de fornecedores bem-estruturada de modo a serem abastecidos. Por isso, vale fazer um mapeamento minucioso dos atuais parceiros para saber se eles serão capazes de atender a demanda elevada.

Conheça os custos das operações envolvidas

“Grande poderes, grandes responsabilidades”, já dizia o personagem Tio Ben no filme Homem-Aranha. No caso da Black Friday, a responsabilidade aumenta com a expectativa de aumento nas vendas. Por isso, é imprescindível cuidar de todos os custos inerentes a esse volume maior.

Assim sendo, é válido fazer cotações, pesquisas e, se possível, estudos de modo a realizar estimativas de custos ainda mais exatas.

Invista em um software de gestão

A Black Friday também acontece no e-commerce, um segmento que, a propósito, não para de crescer no Brasil, como aponta o último relatório Webshoppers. Para lojistas desse ramo, a melhor alternativa é contar com um software de gestão que os permita gerir as vendas, os custos e, claro, o relacionamento com o cliente.

São muitos detalhes envolvidos, por isso, a Black Friday para a contabilidade representa um desafio que testa sua capacidade de antecipar riscos e aproveitar oportunidades. Contudo, com as ferramentas certas e muito trabalho em equipe, os resultados só podem ser os melhores. Ao se preparar, essa e outras datas serão a certeza de uma excelente performance comercial.

Aproveite e siga a Alterdata no Facebook, LinkedIn, Twitter, Instagram e Youtube para receber em seu feed só os melhores conteúdos sobre contabilidade!

148 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical Contábil da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Gestão Contábil

Govtech: o que é, seus benefícios e os principais recursos

4 Mins de leitura
Você sabe o que é uma govtech? Com certeza, já leu ou ouviu por aí inúmeras vezes o quanto a tecnologia tem…
Gestão Contábil

Metodologias ágeis na contabilidade: entenda a importância

4 Mins de leitura
Você já ouviu falar em metodologias ágeis? Em termos bastante simples, elas podem ser conceituadas como uma das ferramentas que caracterizam o…
Gestão Contábil

Contabilidade 4.0: entenda o que é e por que adotar na sua empresa

5 Mins de leitura
Já não é uma novidade que a transformação digital tem impactado não apenas o cotidiano da sociedade, mas os diversos segmentos corporativos….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.