Dicas de GestãoGestão

Sustentabilidade na indústria: 4 formas para implementar hoje mesmo

4 Mins de leitura

Quando falamos em sustentabilidade na indústria, estamos nos referindo a um conceito. De acordo com a Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, ele diz respeito a um tipo de desenvolvimento capaz de não extenuar os recursos para o futuro. 

O interessante em relação a isso é que praticando a sustentabilidade se faz possível alinhar o desenvolvimento econômico procurado pelas empresas e a conservação do meio ambiente.

Trata-se de uma ideia que faz todo o sentido. Empresas precisam gerar lucro para seguir com suas atividades. Logo, sabendo que existem caminhos para que esse lucro aconteça mesmo sem afetar a conservação ambiental, os cuidados com o meio ambiente deixam de ser vistos como um impeditivo para o progresso.

É por isso que esse tema tem sido cada vez mais discutido. Confira então o que é possível fazer para atuar de maneira sustentável.

Afinal, a consciência ambiental na indústria é possível?

A consciência ambiental é perfeitamente possível. Ela pode fazer parte da vida de um indivíduo a partir de uma mudança de rotina simples. Hábitos conscientes como evitar desperdício de água e ter maior cuidado com o lixo, são exemplos do que qualquer pessoa pode fazer para amenizar os problemas ambientais.

Entretanto, quando se trata de organizações empresariais, o fundamental é existir uma cultura empresarial. Até porque, neste caso, os impactos poderão acontecer em maior escala, muitas vezes, de forma global.

O grande desafio é que as empresas precisam fazer uso de recursos naturais em grande escala para produzir e isso gera impactos. Ainda assim, a sustentabilidade na indústria tem se mostrado perfeitamente possível. Basta ver os exemplos de empresas que reconhecem os impactos ambientais e investem em soluções como:

  • o tratamento de água;
  • o descarte adequado de resíduos;
  • a educação ambiental de suas equipes.

Benefícios da sustentabilidade na indústria

sustentabilidade na indústria

Para que a consciência ambiental seja possível é preciso que as empresas procurem soluções para manter sua produtividade sem afetar tanto o meio ambiente.

Quando isso acontece, os benefícios aparecem até na imagem que a companhia tem diante do público. Especialmente em um momento em que cada vez mais o conceito de sustentabilidade tem ganhado destaque na grande imprensa. Hoje, organizações que atuam com foco em sustentabilidade tendem a ser vistas de maneira mais positiva por seus consumidores.

Vale destacar também as vantagens em termos competitivos que a adaptação a esse conceito oferece: é possível praticar a economia de baixo carbono, por exemplo. Esse termo diz respeito a um sistema com baixa emissão poluentes. Com ele é possível gerar ganhos em eficiência energética e produtiva para as empresas. 

Da mesma forma, a economia circular se concentra na redução, reutilização, recuperação e reciclagem de materiais e energia. Ela tem sido aplicada por um número cada vez maior de empresas que procuram aproveitar melhor os recursos que usam no dia a dia.

Aliando essas novas ideias à tecnologia e à novos modelos de gestão, as empresas têm conseguido ganhar em competitividade. E isso quebra um mito de que a busca pela sustentabilidade interfere negativamente nos resultados empresariais.

4 ações para uma indústria mais sustentável

Em resumo, é possível sim trabalhar com sustentabilidade na indústria. Além disso, é possível manter a empresa em dia com sua busca pelo lucro. 

Para tanto, recomendamos algumas práticas que já têm sido colocadas em prática. Confira.

1. Racionalização de água

Uma prática muito útil é a do uso inteligente da água. Basta a empresa utilizar tipos adequados do líquido para cada necessidade.

O reúso é um exemplo. Ele funciona a partir da adoção de tecnologias como:

  • sistemas de tratamentos de águas;
  • efluentes industriais;
  • captação de água das chuvas;
  • entre outros.

O fato é que a água costuma ser usada de maneira irracional pelas pessoas, especialmente em ambiente corporativo. Exemplos simples como o aproveitamento da água da chuva para limpeza e outras práticas, quando inseridas na realidade empresarial, tendem a gerar um impacto grande e esse costuma ser o caminho para a sustentabilidade nesse meio.

2. Reflorestamento e valorização de áreas verdes

O reflorestamento é um dos elementos mais importantes na busca pela sustentabilidade na indústria. Graças a ele é possível:

  • trabalhar na captação de carbono;
  • evitar transformações climáticas de maior impacto e;
  • preservar a biodiversidade.

Assim, quando as empresas se empenham no plantio em setores antes inutilizáveis, elas atuam para fazer com que as plantas consumam o dióxido de carbono e gerem nutrientes que serão importantes para a natureza.

Da mesma forma, preservar as áreas verdes permite criar meios para evitar impactos mais danosos ao meio ambiente. E isso faz com que as empresas cuidem da manutenção da natureza e das espécies.

3. Coleta seletiva e reciclagem de resíduos

A coleta seletiva é essencial quando se pensa na sustentabilidade na indústria. Este é um meio seguro de evitar que matérias-primas úteis sejam retiradas da natureza e descartadas sem seu uso racional. Assim é possível combater o desperdício de recursos não-renováveis por meio da reciclagem.

Com a coleta seletiva, papéis, vidros, plásticos, metais e orgânicos são separados para reaproveitamento posterior.

Dessa forma, também se desenvolve a educação ambiental dentro da empresa. Com a consciência a respeito de como cada material deve ser tratado, a tendência é que os funcionários criem um hábito também fora do ambiente de trabalho.

4. Exploração consciente e manejo controlado de riquezas naturais

A própria água já pode ser entendida como um recurso em escassez, o que exige um uso consciente dela. Embora 71% da superfície terrestre seja coberta por essa substância, aproximadamente, 97% está presente nos oceanos. O restante, os 3% correspondentes à água doce, que é a que está disponível para uso, se encontra em grande maioria na forma de geleiras e calotas polares (68,9%). Assim, somente 29,7% da água doce se encontra em aquíferos, ou seja, rios e lagos.

Pensar nos recursos com consciência é essencial. O melhor aproveitamento da luz solar, por exemplo, permite que a empresa economize em energia elétrica. Pensando em companhias maiores, essa simples compreensão do uso desse tipo de recurso pode representar um impacto muito maior.

Vale lembrar que tanto quanto impedir o esgotamento de recursos é importante também ter a capacidade de observar a natureza e fazer uso inteligente da relação com ela. É isso que pode fazer da busca pelo equilíbrio ambiental algo favorável ao seu negócio.

Quer saber mais sobre o que fazer para tornar a sua empresa mais eficiente e ecologicamente correta? Então acesse nosso site e confira nossas redes sociais.

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipe
120 Artigos

Sobre o autor
Gerente do setor de Inteligência Fiscal da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Dicas de Gestão

Gestão de tempo: aprimore sua produtividade

4 Mins de leitura
Aprimore sua produtividade com estratégias eficazes de gestão de tempo Gestão de tempo é uma habilidade cada vez mais necessária em uma…
Gestão

Como fazer um relatório de gestão sem erros?

5 Mins de leitura
Você sabe como fazer um relatório de gestão sem erros? O excesso de dados na atualidade acabou influenciando a elaboração do documento,…
GestãoSoftware

10 motivos para usar um software de gestão financeira

3 Mins de leitura
Saiba como o software para gestão financeira impacta a rotina do seu negócio. Veja 16 motivos para usar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *