Dicas de GestãoNegócios

Profissões autônomas: saiba quem pode atuar neste formato

4 Mins de leitura
Ebook Contabilidade Rural

Hoje em dia, as profissões autonomas têm se destaco entre as formas de trabalho cada vez mais variadas. 

Por um lado, existem aquelas pessoas que exercem suas atividades vinculadas a uma carteira de trabalho. 

Por outro, há aquelas que trabalham por conta própria, sem vínculo empregatício. Esse último caso diz respeito às profissões autônomas.

Elas abrangem as mais variadas ocupações. Desde as mais tradicionais, como médicos e advogados, até aquelas que mais atuais, que se estabeleceram com as boas oportunidades que o mercado digital oferece. 

Mas para se dar bem nessa forma de trabalho é preciso possuir características como proatividade e organização.

Quer conhecer em detalhes esse assunto? 

Acompanhe este texto e conheça as características das profissões autônomas, quais profissões se enquadram nesse perfil e quais as vantagens. Confira!

O que são as profissões autônomas?

As profissões autônomas são aquelas que os profissionais, de forma liberal, exercem.

Elas podem prestar serviço tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. 

Mas não pode haver vínculo empregatício.

Dessa maneira, essas profissões têm total autonomia financeira e profissional, podendo inclusive exercer sua atividade em casa.

Por essas razões, as profissões autônomas podem desempenhar atividades habituais ou eventuais.

Quais são as profissões autônomas?

As profissões autônomas podem ser divididas em duas espécies: 

  • aquelas cujos prestadores de serviços são de profissões não regulamentadas e; 
  • aquelas que têm seus profissionais regulamentados. 

O primeiro caso diz respeito, por exemplo, ao jornalista, faxineiro e pintor. 

Já o segundo grupo se refere a profissões como psicólogo, advogado e médico.

Existe uma infinidade de profissões autônomas. Algumas mais conhecidas, outras não. 

Por exemplo, as profissões de babá, professor particular e vendedor de doces são consideradas profissões autônomas.

Recentemente uma nova modalidade também tem ganhado espaço no mercado. É o caso dos coachings. 

Eles são preparadores que atuam em diversas áreas para o desenvolvimento tanto pessoal quanto profissional. 

Nessa lista, entram os coachings esportivos, de relacionamento, de inteligência emocional, de carreira e espiritual.

Quais as vantagens das profissões autônomas?

Quais as vantagens das profissões autônomas?

São inúmeras as vantagens de trabalhar com as profissões autônomas. 

A primeira delas é justamente a possibilidade de definir o seu próprio horário de atividade. 

Não é necessário seguir o modelo determinado por uma empresa, com horário de início e término da jornada. 

Nesse sentido, também é possível estipular o prazo de entrega da tarefa de acordo com a sua agenda.

Outro detalhe é que as profissões autônomas permitem exercer outras atividades. 

Por exemplo, na parte do dia executa uma determinada tarefa para um contratante. 

Enquanto que na parte da tarde, pode-se dedicar a outra atividade para outro contratante. 

Sem contar que tem maior liberdade de organização e execução do seu próprio trabalho, podendo contar com a ajuda de assistentes ou substitutos.

Quais profissões não são consideradas profissões autônomas?

Com o mercado de trabalho bastante diverso é comum que as pessoas acabem confundindo profissões autônomas com outros padrões de trabalho. 

Por exemplo, muitas pessoas confundem profissionais liberais ou microempreendedores. 

A seguir vamos conhecer mais detalhes sobre essas categorias, demonstrando as suas diferenças em relação às profissões autônomas.

Profissionais liberais

Os profissionais liberais exercem atividades em negócio próprio ou de terceiros. Ao contrário do autônomo, o profissional liberal pode de fato ter vínculos empregatícios. 

Esses vínculos podem inclusive se dar com mais de uma empresa. 

Em termos práticos, isso quer dizer que o profissional liberal pode ter carteira de trabalho assinada e gozar dos benefícios que ela proporciona. 

Outra característica que difere das profissões autônomas é que o profissional liberal é representado por meio de conselhos ou sindicatos. 

É o caso, por exemplo, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dos Conselhos Regionais.

Microempreendedor

Microempreendedor é uma categoria de pessoa jurídica. É uma empresa. 

O responsável por essa empresa deve ter lucro inferior a 240 mil reais por ano. 

E todos os tributos podem ser organizados e pagos de forma simplificada pelo Simples Nacional.

Também o microempreendedor individual deve pagar impostos especiais, declarar sua renda e assumir os compromissos previdenciários com seus funcionários, caso os tenha.

Quais as características esperadas para trabalhar com profissões autônomas?

Todo exercício profissional exige habilidades que sejam interessantes para o crescimento da carreira. 

Com as profissões autônomas isso não é diferente. É preciso ter um perfil específico para obter sucesso. 

A seguir, elencamos algumas das principais características.

Proatividade

As profissões autônomas exigem que o profissional seja alguém com vontade de agir, sem esperar pela ação de outras pessoas. 

Isso porque o autônomo geralmente é contratado para resolver questões que são diferentes de profissionais com carteira assinada. 

Os autônomos tendem a ter maior prontidão e disposição para resolver problemas.

Inteligência emocional

As profissões autônomas pressupõem o desenvolvimento de uma das softskills mais requisitas atualmente no mundo corporativo: a inteligência emocional

Trata-se do conhecimento sobre os próprios sentimentos. Em especial diz respeito à capacidade de compreender os sinais de estresse e cansaço.

Esses podem eventualmente acometer o dia a dia de trabalho.  

Tendo essa compreensão, fica mais fácil buscar uma solução e com isso garantir qualidade no cumprimento das tarefas.

Gestão do tempo

As profissões autônomas demandam grande capacidade de gestão do tempo dos profissionais. 

Isso porque, ao eventualmente trabalhar com vários clientes, é preciso definir o tempo de dedicação a cada um deles.

Isso deve ser feito de maneira correta, sem gerar sobrecarga de trabalho. 

Afinal, essa sobrecara reduz significativamente a qualidade do serviço entregue ao cliente, o que pode comprometer o faturamento futuro.

Comunicação

Tratar as pessoas com cuidado e atenção é uma característica que é importante para nossa vida cotidiana. 

Essa atenção tem que ser redobrada quando essas pessoas em questão são clientes.

Por isso, nas profissões autônomas é necessário ter uma boa capacidade de comunicação. 

É preciso ouvir com compaixão o cliente, além de saber como articular e argumentar ao longo de uma conversa com ele.

Essas foram algumas informações sobre profissões autônomas. 

É importante destacar que quem trabalha dessa forma precisa buscar a regularização de sua atividade. 

Isso traz alguma segurança, como por exemplo, o direito a auxílio doença e aposentadoria.

Quer conhecer soluções tecnológicas para otimizar a rotina de trabalho? Leia os artigos de nosso blog.

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipe
317 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
NegóciosSupermercado

5 pontos de atenção ao contratar um software de gestão para mercado

4 Mins de leitura
Software de gestão para mercado: saiba exatamente o que avaliar para adquirir aquele que realmente pode fazer a diferença no seu negócio!
Dicas de GestãoNegócios

Como ser autônomo? Confira aqui o passo a passo

5 Mins de leitura
Saiba como ser autônomo e ter a liberdade para organizar o seu negócio da maneira como julgar mais adequado.
Dicas de Gestão

4 pontos de atenção para um cálculo de valuation correto

4 Mins de leitura
O cálculo de valuation pode ser feito considerando os ativos da empresa em determinado período ou em comparação com empresas semelhantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.