Dicas de Gestão

Gestão de estoque na indústria: 5 práticas para ter sucesso na função

4 Mins de leitura

A princípio, a gestão de estoque na indústria é um elemento crucial para o bom funcionamento da empresa, vez que boas práticas nesse sentido significam economia e garantem que as operações não sejam prejudicadas.

Desse modo, hoje falaremos de forma mais detalhada sobre a gestão de estoque na indústria e quais são as melhores práticas para se ter sucesso nessa função.

O que é gestão de estoque na indústria?

De antemão, veja que essa é uma das funções mais importantes de qualquer empresa e precisa ser tratada com muita seriedade. Assim, a gestão de estoque consiste na capacidade da companhia em administrar todos os insumos e estoques de produtos, que vão desde a obtenção da matéria-prima até a saída dos produtos acabados.

Além disso, uma boa gestão de estoque na indústria permite que os gestores consigam compreender seu mix de produtos e suas demandas, que por sua vez irá determinar as necessidades de compra.

Outro ponto importante da gestão de estoque diz respeito à sua valoração, ou seja, quanto ele vale para a empresa.

Qual a importância da gestão de estoque na indústria?

gestão de estoque na indústria

Primeiramente, é necessário ressaltar que o controle eficiente do estoque exerce forte impacto nas estratégias da empresa, pois, além de evitar a falta de matéria-prima, ajuda a entender a quantidade ideal de determinados insumos sem exceder o limite, garantindo assim um investimento saudável e sem desperdícios na produção.

Além disso, veja que um estoque mal organizado pode fazer com que uma grande quantidade de produtos permaneça ocupando espaço sem necessidade, gerando altos custos relacionados à manutenção. Logo, se não há controle de saída e entrada de produtos, departamentos como o de compras, fiscal e financeiro costumam ser os maiores prejudicados.

Por fim, para te auxiliar na gestão de estoque na indústria, no próximo tópico separamos 5 práticas essenciais que te ajudarão a obter sucesso nesse sentido. Confira.

5 práticas para ter sucesso na gestão de estoque na indústria

Organização

Embora essa pareça ser uma prática trivial, ainda assim, é comum vermos diversos empreendedores pecando nesse aspecto. Em síntese, não existe uma maneira específica de organizar as mercadorias dentro dos depósitos e galpões da sua empresa, entretanto, procure ordená-los de tal modo a facilitar o controle das demandas.

Para isso, é necessário padronizar a forma como as atividades são realizadas dentro desses ambientes, onde a criação de um glossário interno para que a equipe responsável consiga consultar todos registros com clareza se mostra uma excelente ideia.

Fluxo de entrada e saída

A organização também passa pelo fluxo de entrada e saída de mercadorias, as quais precisam ser registradas a cada movimentação que ocorre. Sistemas de gestão auxiliam bastante nesse controle, podendo os responsáveis darem baixa em todos os produtos de forma simples e automatizada.

Inventário

Em suma, é fundamental a checagem regular de todos os itens disponíveis no estoque, desde a matéria-prima até os produtos que já concluíram o processo de fabricação. Isso contribui para que eventuais decisões possam ser tomadas com mais liberdade e precisão, abrindo margem para a realização de ajustes pontuais e colaborando com o fechamento do balanço da sua empresa.

Capacitação de equipe

Mesmo com sistemas automatizados, a produção precisa ter colaboradores capacitados para atuar no controle de estoque para indústrias. Desse modo, a empresa deve proporcionar treinamentos e cursos de reciclagem, até mesmo para gerar comprometimento e conscientização para um trabalho bem feito.

Automação de processos

Conforme havíamos mencionado, sistemas aptos a automatizar processos são importantes para uma gestão de estoque na indústria mais eficiente. Isso porque, além de possibilitar o compartilhamento de informações e, consequentemente, aumentar o nível de produtividade da empresa como um todo, ele também diminui os riscos de erros e falhas por conta de dados imprecisos.

Quais são os erros comuns na gestão de estoque na indústria e que precisam ser evitados a todo custo

Se por um lado temos 5 práticas capazes de te ajudar a manter seus espaços físicos organizados, veja agora alguns erros que você precisa evitar na gestão de estoque na indústria:

Falta de inventário

Quando a empresa não realiza o inventário das mercadorias contidas no seu estoque ou então inseri dados no sistema que não condizem com a realidade, diversos aspectos referentes à produção podem ser prejudicados.

Compra de itens sem necessidade

Se a sua empresa não tem uma noção exata do que possui em estoque, a compra de matéria-prima em excesso passa a ser um grande problema, o que por sua vez exige que mais espaço seja utilizado para comportar os itens que sobram e, dessa forma, mais custos sejam despendidos.

Estoque insuficiente

Aqui, temos exatamente o oposto da situação relatada acima. A falta de produtos, por exemplo, acaba gerando prejuízos que muitas vezes passam despercebidos pelo gestor

Logo, esse tipo de situação pode acarretar, por exemplo, na perda da confiança do cliente, de vendas atreladas e de vendas futuras. Vale ressaltar que a falta de estoque é tão maléfica para a empresa quanto o excesso.

Má identificação das mercadorias

Na maior parte dos casos, um dos motivos responsáveis pelas divergências geradas na hora da contagem de estoque é a identificação incorreta dos itens. Desse modo, é essencial estabelecer técnicas que permitam a identificação e o rastreamento dos itens, como por exemplo um sistema de códigos de produtos.

Acúmulo de mercadorias não vendidas

Por fim, itens devolvidos ou que não foram vendidos precisam circular para dar espaço a novos produtos. Eles não podem ficar muito tempo em estoque, pois podem se deteriorar e ter o preço desvalorizado. Uma dica é investir em promoções para renovar os produtos.

E aí, gostou do artigo? Então não deixe de ler o nosso artigo sobre Gestão de pequenos negócios: aprimore a administração da sua empresa.

122 Artigos

Sobre o autor
Gerente do setor de Inteligência Fiscal da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Dicas de Gestão

Tendências e inovações na comunicação empresarial

3 Mins de leitura
Na era digital, a comunicação empresarial desempenha um papel crucial na construção da reputação, no engajamento do público e no sucesso organizacional….
Dicas de GestãoeBook

Planejamento estratégico: como acelerar o crescimento da sua empresa?

1 Mins de leitura
Independentemente do ramo de atuação, empreendedores têm objetivos semelhantes. Um dos principais está relacionando ao crescimento do seu negócio. Afinal, o que…
Dicas de Gestão

Gestão de tempo: aprimore sua produtividade

4 Mins de leitura
Aprimore sua produtividade com estratégias eficazes de gestão de tempo Saber gerir o tempo é uma habilidade cada vez mais necessária na…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *