NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Varejo

Como se preparar para a Black Friday? 6 dicas imperdíveis

4 Mins de leitura

Cá entre nós, você já sabe como se preparar para a Black Friday? Já estamos praticamente no fim do ano, época que possui duas das mais importantes datas comemorativas para o varejo. A primeira é a Black Friday e a segunda o Natal. E por que elas são tão significativas?

É justamente no fim do ano que os brasileiros recebem o décimo terceiro salário, sendo a primeira parcela em novembro e a segunda em dezembro. Por causa disso, há mais dinheiro circulando no mercado e parte dele pode ser da sua empresa.

Quer saber de que modo isso é possível? Continue a leitura e veja como se preparar para a Black Friday.

6 dicas para saber como se preparar para a Black Friday

1. Conheça a Black Friday e saiba do que se trata

A primeira dica para saber como se preparar para a Black Friday é conhecê-la. Ela é um evento comercial que ocorre em vários países, sempre na última sexta-feira do mês de novembro. Nela, produtos e serviços de diversas categorias recebem descontos generosos. Em outras palavras, é o dia para baixar os preços e aumentar as vendas. Mas você sabe como esse evento surgiu?

Tudo começou nos Estados Unidos, mais precisamente no século XIX. O mês de novembro também abriga o feriado de Ação de Graças, sempre na sua última quinta-feira. Os norte-americanos passaram a “enforcar” a sexta-feira, dando aquela emendada que nós, brasileiros, adoramos. Por lá, eles aproveitavam para usar esse dia para sair às compras, já que o Natal é no mês seguinte.

Foi desse modo que as empresas enxergaram uma oportunidade e tanto, oferecendo descontos justamente nesse dia com o objetivo de aumentar as vendas.

2. Veja a dimensão que essa data possui no varejo

Em 2020, em pleno auge da pandemia do Coronavírus, a Black Friday gerou, somente na internet, 4,6 milhões de pedidos cujo ticket médio foi de R$ 679,00.

Por causa da pandemia, os consumidores tiveram um comportamento diferente em relação aos outros anos. Eles procuraram oportunidades que realmente compensassem, e o e-commerce conseguiu proporcioná-las.

Os dados do Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) apontam que, no varejo físico, o faturamento foi 25,5% menor em relação a 2020. O resultado se deu pela baixa procura em segmentos importantes como turismo e transporte, vestuário e materiais de construção.

Os números, de fato, não foram animadores, mas a economia brasileira começa a dar sinais fortes de recuperação. Nos últimos meses, o desempenho dos indicadores e a atividade econômica têm surpreendido positivamente. Esses sinais, somados aos avanços na vacinação da população e à queda na quantidade de infectados e mortos pela Covid-19, estimulam o retorno à rotina pré-pandemia e, consequentemente, o aumento do consumo.

3. Invista em uma pré-campanha para a Black Friday

Como se preparar para a Black Friday

Continuando a nossa lista sobre como se preparar para a Black Friday, você não precisa esperar a data dela para investir em ofertas e promoções interessantes.

Uma pré-campanha de Black Friday, com a antecipação de descontos, permite aumentar o reconhecimento da sua marca perante o mercado. Ela é capaz de render mais lucros e visibilidade, além de potencializar as compras do grande dia.

Vale destacar que é fundamental estruturar a forma como a pré-campanha será realizada. Portanto, trabalhe com descontos reais. Além disso, você pode apostar em ofertas antecipadas, que terão o mesmo preço do evento, mas somente naquele dia de pré-campanha.

4. Verifique como estão os seus concorrentes

Aproveite este momento para fazer uma análise prévia dos preços trabalhados pelos seus concorrentes. Como a Black Friday é sinônimo de preços baixos e boas oportunidades de compra, o seu negócio deve oferecer valores proporcionais ao mercado.

Esse tipo de análise antecipada ajuda a definir os seus preços, além de tomar decisões estratégicas para atrair o público consumidor. Não se esqueça ainda de que os descontos, além de reais, devem ser vantajosos para você e ao seu cliente.

5. Não espere mais para reforçar o seu estoque

De nada adiantará saber como se preparar para a Black Friday e, nos dias de campanha, ficar sem estoque — ou pior, com excessos.

No caso dos itens que já têm maior procura, o estoque deve ser naturalmente maior. Entretanto, na Black Friday a busca por eles tende a ser mais alta.

Mapeie as saídas de mercadorias da sua loja, seja ela física ou virtual. Desse modo, você conseguirá saber quais produtos tendem a ser mais requisitados.

Uma das dicas é apostar na profundidade e abandonar a variedade, pois o maior diferencial da Black Friday é oferecer descontos agressivos. No entanto, essa tática não é viável para todos os itens da loja.

Sendo assim, escolha os produtos que são mais competitivos, que geram mais vendas, para reforçar o estoque deles. Aproveite para fazer uma negociação mais vantajosa com os fornecedores para obter descontos na aquisição e, consequentemente, na venda.

6. Planeje uma boa estratégia de marketing digital

Última dica desta lista sobre como se preparar para a Black Friday: independentemente de você ter loja física e/ou e-commerce, está na hora de planejar uma boa estratégia de marketing digital.

O mundo está conectado e, como você viu no começo deste artigo, no ano passado foi o e-commerce que conseguiu fisgar boa parte das vendas. Por isso, uma estratégia de marketing digital é capaz de abocanhar parte desses números.

Pense nas suas ações e campanhas com, pelo menos, 30 dias de antecedência. Planeje ações de remarketing para que as pessoas comprem na sua loja virtual ou vejam novamente os anúncios do ponto de venda físico.

Outro ponto importante é direcionar esses anúncios para quem já é cliente da sua loja, pois se torna mais fácil e barato. Faça uma análise da sua base de clientes para disparar mensagens por WhatsApp ou e-mail marketing. Também é uma boa estratégia oferecer um cupom de desconto mais agressivo ou um brinde para essas pessoas, pois contribui para a fidelização.

Agora que você viu como se preparar para a Black Friday, está na hora de sentar, analisar os pontos levantados e se organizar para esse que é um dos períodos de maior faturamento do varejo.

Para ajudá-lo, a Alterdata possui diversas soluções que contribuem nessa análise e gestão do seu negócio. Conheça os nossos serviços!

256 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Varejo

Como obter lucro na papelaria durante o ano todo?

4 Mins de leitura
Conheça as melhores práticas que vão ajudar a sua papelaria a obter lucro durante todo o ano.
Varejo

4 aplicativos para papelaria que auxiliam na gestão

4 Mins de leitura
Descubra agora mesmo quais são os melhores aplicativos para papelaria e veja como otimizar a gestão do seu negócio.
Varejo

Como realizar a gestão de estoque eficaz na sua papelaria?

4 Mins de leitura
A gestão de estoque de papelaria pode ser facilitada com o uso da tecnologia, em especial, os softwares de gerenciamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.