Dicas de GestãoServiço

Finanças para autônomos: 5 cuidados na hora de realizar sua gestão

4 Mins de leitura

Você sabe quais são os principais cuidados necessários nas finanças para autônomos? 

O conhecimento desse tema é fundamental para empresas de diferentes portes e segmentos de mercado.

Essa questão ganha ainda mais importância em empresas de pequeno porte.

Isso porque elas devem aproveitar os recursos financeiros de forma otimizada para alavancar o crescimento do negócio.

Pensando na importância desse tema, informaremos hoje sobre a importância das finanças para os pequenos negócios.

Hoje, vamos fornecer dicas que vão ajudar na sua gestão financeira e como sistemas especializados podem ajudar nesse contexto. 

Continue com a gente!

Qual a importância das finanças para os pequenos negócios?

O setor financeiro é um dos mais importantes para empresas de diversos segmentos e portes mercadológicos. 

Essa lógica também é válida para os autônomos, profissionais liberais e organizações de pequeno porte.

O gerenciamento das finanças é fundamental para que as empresas aproveitem os recursos de forma eficiente e de maneira a favorecer o crescimento organizacional. 

Além disso, torna-se possível alcançar os objetivos de maneira eficaz.

As empresas que gerenciam as finanças de maneira atenta conseguem manter as atividades e alcançam os objetivos planejados.

Além disso, ainda são capazes de realizar investimentos que possam assegurar o crescimento organizacional.

Como otimizar as finanças para autônomos?

Homem realizando a gestão financeira do seu pequeno negócio.

Diante da importância da organização das finanças para autônomos é fundamental ter o conhecimento das melhores práticas de gestão dos recursos financeiros.

São elas que vão ajudar a sua empresa a aproveitar melhor o capital disponível. 

Pensando nisso, na sequência do conteúdo vamos apresentar para você as principais dicas.

1. Separação do dinheiro pessoal e profissional

Muitas empresas de pequeno porte ou mesmo as que estão iniciando no mercado não separam os recursos pessoais dos profissionais.

Trata-se de um grande equívoco que pode comprometer as finanças pessoais e as da empresa.

Quando se utiliza os recursos da empresa para quitar compromissos pessoais, diminui-se o caixa disponível.

A consequência é o possível comprometimento da situação financeira da sua organização.

Por outro lado, quando se utilizam os recursos pessoais para pagar contas empresariais pode-se comprometer as finanças pessoais.

Desse modo, é fundamental separar o dinheiro pessoal do profissional. 

A melhor forma de se fazer isso é destinar um pró-labore (salário dos sócios) mensal destinado às suas despesas pessoais. 

Quando isso é posto em prática fica mais fácil fazer a separação dos recursos e organizar o setor financeiro do seu negócio.

2. Quitamento de dívidas

Uma das principais dicas de finanças para autônomos é procurar quitar as dívidas no prazo estipulado. 

Dessa forma, evita-se a incidência de juros e multas, o que contribui para melhorar a saúde financeira da sua empresa.

Além disso, as empresas que se atentam e buscam cumprir os prazos sobre as contas a pagar vão ter mais capital disponível.

Esse capital, aliás, poderá ser utilizado em investimentos que contribuam para o crescimento da empresa.

3. Definição do orçamento

Trata-se de uma das dicas mais importantes para otimizar a gestão financeira do seu negócio.

O estabelecimento do orçamento empresarial vai ajudar o seu negócio a definir prioridades em relação ao uso do dinheiro disponível.

Com isso, os gestores vão aproveitar melhor os recursos financeiros e farão investimentos de forma a favorecer o crescimento organizacional. 

Além disso, evita-se gastos supérfluos ou despesas que não vão ajudar na expansão da sua empresa.

Em outras palavras, seu foco no lugar certo. 

Faz sentido, não é?

4. Conhecimento do fluxo de caixa

O fluxo de caixa faz referência aos recursos financeiros que entram e saem das empresas. 

Dessa maneira, ao ter conhecimento do fluxo torna-se possível verificar as receitas e as despesas em um determinado período (pode ser mensal, semestral, anual, etc).

Esse conhecimento ajuda os gestores a verificarem a saúde financeira do negócio, e a entenderem a realidade da empresa. 

Com isso, eles vão saber aproveitar os recursos disponíveis com mais eficiência, contribuindo para o crescimento organizacional.

Vale destacar ainda que o conhecimento do fluxo de caixa ainda vai ajudar você no conhecimento das despesas relacionadas ao produto ou serviço fornecido. 

Ao entender sobre essa questão, você vai ter mais assertividade no momento de estabelecer preços para os produtos ou serviços ofertados, otimizando a margem de lucro do negócio.

5. Bom relacionamento com os fornecedores

Em uma análise inicial pode parecer um assunto distante do universo financeiro, mas ele está bastante relacionado. 

Isso porque, ao cultivar um bom relacionamento com os fornecedores, torna-se possível adquirir produtos ou mercadorias em melhores condições. 

Desse modo, você vai conseguir repassar preço competitivo ao consumidor, contribuindo para o aumento do número de vendas no seu estabelecimento.

Como sistemas especializados podem te ajudar?

As ferramentas tecnológicas especializadas com os sistemas da Alterdata são um ótimo investimento e grande aliado, especialmente para empresas de pequeno porte. 

Isso porque as organizações que estão iniciando as suas atividades no mercado não podem contar com uma equipe focada na gestão financeira.

Nesse sentido, o sistema da Alterdata dá a você uma visão geral sobre a sua empresa. 

Por meio dessa ferramenta tecnológica torna-se possível compreender a realidade financeira do seu negócio como um todo.

Com isso, você vai contar com mais assertividade para fazer investimentos de expansão, contratar novos funcionários, ampliar investimentos em marketing, entre outras opções.

Podemos dizer, portanto, que os sistemas especializados vão ajudar o seu negócio a ser mais lucrativo e a otimizar a saúde financeira da sua empresa.

Como é possível perceber, o conhecimento das melhores dicas para otimizar a gestão das finanças para autônomos é fundamental. 

Por meio dessa prática torna-se possível aproveitar melhor os recursos em prol do crescimento do seu negócio no mercado.

Este conteúdo sobre os principais cuidados no momento de realizar a gestão das finanças para autônomos foi útil para você? 

Sabemos como gerir as finanças de um pequeno negócio pode ser difícil. 

Por isso, deixe-nos ajudar com uma grande aliada para o crescimento do seu negócio.

Conheça agora mesmo o sistema da Alterdata para autônomos e veja como a nossa ferramenta pode fazer a diferença nas finanças da sua empresa. 

A saúde financeira do seu negócio é assunto para hoje!

Soluções em cloud para acelerar a produtividade e eficiência da equipe
315 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Dicas de GestãoNegócios

Como ser autônomo? Confira aqui o passo a passo

5 Mins de leitura
Saiba como ser autônomo e ter a liberdade para organizar o seu negócio da maneira como julgar mais adequado.
Dicas de GestãoNegócios

Profissões autônomas: saiba quem pode atuar neste formato

4 Mins de leitura
As profissões autônomas são caracterizadas pela ausência de vínculo empregatício e maior liberdade para gerenciar tempo e clientes.
Dicas de Gestão

4 pontos de atenção para um cálculo de valuation correto

4 Mins de leitura
O cálculo de valuation pode ser feito considerando os ativos da empresa em determinado período ou em comparação com empresas semelhantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.