NOVO! Confira o último episódio do podcast Contabilidade sem neura Ouvir agora
Sem categoria

Como abrir uma loja em 14 etapas

5 Mins de leitura

Você tem o sonho de empreender e quer saber como abrir uma loja? Independentemente do segmento em que deseja atuar, a maneira como um negócio deve ser aberto e administrado é a mesma em todas as situações.

Pensando em ajudá-lo a tirar as ideias do seu novo negócio do papel, desenvolvemos este artigo. Siga a leitura e aprenda como abrir uma loja agora mesmo!

Passo a passo: veja como abrir uma loja em 14 etapas

Antes de começar a sua loja, é importante que você saiba que existem várias fases burocráticas para iniciar um novo negócio.

Em algumas situações também é importante contar com o auxílio de um profissional especializado, como o contador, para ajudá-lo na condução de todas as atividades de maneira legal. Dessa forma, você garante o cumprimento de todos os fundamentos de administração.

Veja, a seguir, o passo a passo de como abrir uma loja.

1º passo: faça um contrato social

Se você quer saber como abrir uma loja, a primeira coisa que deve saber é sobre a elaboração do contrato social do novo negócio.

Trata-se de um documento que define todas as questões de objetivos e interesses das partes envolvidas na empresa. Nessa declaração devem constar os dados pessoais dos proprietários e sócios, bem como a parte que cabe a cada um na sociedade.

Também é importante que o contrato social traga o nome do estabelecimento e o capital inicial para o funcionamento. 

Um contador ou advogado pode ajudar na elaboração do seu contrato social.

2º passo: faça o registro do negócio na Junta Comercial

Agora é preciso fazer o registro da sua loja na Junta Comercial da sua cidade. Para isso, além do contrato social e dos documentos pessoais dos proprietários, pode ser necessário providenciar outros papéis, que variam de acordo com a legislação de cada estado. Dessa forma, convém verificar o que é necessário em sua região de atuação.

Depois de obter o registro na Junta Comercial, você precisará pagar algumas taxas e, assim, obter o Número de Identificação do Registro da Empresa (NIRE).

3º passo: providencie o CNPJ e o CNAE

O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) é fornecido pela Receita Federal e também é necessário no momento que você segue os passos sobre como abrir uma loja.

Para emitir o documento é preciso apresentar os comprovantes de residência, o CPF e o RG dos donos da loja. Também é necessário providenciar o endereço comercial e o contrato social da empresa.

No momento da abertura do CNPJ também é necessário definir a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) em que a sua loja se enquadra. Isso varia de acordo com o tipo de negócio que o seu estabelecimento representa e convém fazer uma consulta com um contador ou advogado, antes de formalizar uma escolha.

4º passo: faça a sua Inscrição Estadual

A Inscrição Estadual (IE) serve para regularizar a sua loja com a Receita Estadual, definindo dessa forma os impostos estaduais que deverão ser pagos, assim como o Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS).

Quem emite esse documento é a Secretaria da Fazenda de cada estado. Como há variações na legislação de cada localidade, convém se informar sobre o que é válido na sua região.

5º passo: providencie o alvará de funcionamento

O alvará de funcionamento é um documento fornecido pela prefeitura da cidade em que a loja se localiza. 

Trata-se de um documento que dá permissão para que o negócio opere em determinado local do município.

6º passo: solicite a licença do Corpo de Bombeiros

Ao seguir o passo a passo sobre como abrir uma loja, também é importante que você solicite a licença do Corpo de Bombeiros da sua cidade.

Para isso, é necessário pagar uma taxa e agendar uma visita para que os bombeiros façam uma vistoria no seu local de atendimento e garantam que tudo está dentro da conformidade esperada.

7º passo: solicite a licença da Vigilância Sanitária

Além do Corpo de Bombeiros, você também deve ter uma licença da Vigilância Sanitária do seu município. Isso é necessário para qualquer tipo de loja e não somente aquelas que vendem alimentos, como os supermercados.

Geralmente, a Vigilância Sanitária está vinculada à Secretaria Municipal de Saúde das cidades. Entre em contato com esse órgão no seu município e solicite informações.

8º passo: faça o registro na Previdência Social

Para formalizar o pagamento de tributos ao INSS, é necessário que você faça o registro na Previdência Social. Esse procedimento deve ser realizado em até 30 dias após a abertura da loja.

Vale lembrar que o registro é obrigatório, mesmo que em sua loja não haja funcionários contratados e que façam a contribuição previdenciária.

9º passo: escolha o regime tributário do negócio

Existem três tipos de regime tributário: o Simples Nacional, o lucro presumido e o lucro real.

Para pequenos negócios, a melhor opção é o Simples Nacional, que garante alíquotas menores e uma administração tributária facilitada, com o pagamento sendo realizado por meio de uma única guia.

Se enquadram no Simples, as empresas com faturamento de até R$ 4,8 milhões por ano. Caso a sua loja fature mais que isso, converse com o seu contador e avalie qual dos outros modelos de tributação é mais adequado.

10º passo: faça o planejamento estratégico com metas e orçamentos

Depois de providenciar toda a “papelada” para abrir a loja, é chegado o momento de fazer o planejamento estratégico da loja.

Defina estratégias para o seu negócio, sempre com metas e orçamentos bem claros, para que possa acompanhar os resultados.

11º passo: defina as compras de mercadoria

Agora é necessário que você defina as compras das mercadorias que serão vendidas em sua loja.

Para isso, recomenda-se a realização de uma pesquisa extensa com fornecedores, para encontrar aqueles que são mais vantajosos.

12º passo: desenvolva a identidade visual da loja

É uma boa prática ter uma identidade visual para a sua loja, com um logotipo, cores e grafismos bem definidos.

Um designer é o profissional mais adequado para desenvolver a identidade visual da sua loja.

13º passo: realize a contratação de pessoal

Quem pensa em como abrir uma loja, também deve se preocupar com a contratação de pessoal. 

Para encontrar bons colaboradores, você pode fazer parcerias com agências de empregos, que realizam processos de recrutamento e seleção.

14º passo: promova a loja com ações de marketing e acompanhamento dos resultados

Com tudo organizado, é chegado o momento de começar a sua loja, de fato. Para isso, é necessário que as pessoas conheçam o novo estabelecimento.

Campanhas de marketing nas redes sociais, divulgação em mídias locais, ações de merchandising no local, entre outras devem ser desenvolvidas.

Ao trabalhar as suas ações de marketing, lembre-se de sempre acompanhar os resultados, para verificar se o seu trabalho está trazendo bons frutos ou não.

Pronto! Agora você já sabe como abrir uma loja. Lembre-se, no entanto, que hoje em dia, para administrar qualquer negócio, é importante ter um software que proporcione a gestão de todas as atividades. 

Uma boa opção para gerenciar a sua loja é o ERP for Me, desenvolvido pela Alterdata. Acesse o nosso site e solicite um teste, totalmente gratuito, por 15 dias. Não perca essa oportunidade!

Artigos relacionados
Sem categoria

Quanto custa para montar uma oficina mecânica de carros?

4 Mins de leitura
Entenda quanto custa a montagem de uma oficina mecânica de carros e otimize o planejamento financeiro do seu negócio.
Sem categoria

Como fazer o gerenciamento de resíduos no salão de beleza?

4 Mins de leitura
Quer aprender o que é, como funciona e como fazer o gerenciamento de resíduos no salão de beleza? Venha conosco e confira algumas dicas importantes.
Sem categoria

#FeitadeGente – Dyana Duarte

2 Mins de leitura
00Mudanças são necessárias e muitas pessoas adoram, acham que os desafios fazem parte de estar sempre em movimento, o que resulta em…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.