Saiba como maximizar lucros da sua empresa com um ERP

Em tempos de concorrência acirrada, a preocupação das empresas em conseguir maximizar lucros se torna ainda maior. Para isso, várias apostas são feitas, desde inovação e qualificação dos funcionários até novas estratégias de marketing e, claro, tecnologia! E é justamente sobre tecnologia que resolvemos falar hoje.

Continue acompanhando nosso post para entender como o ERP, uma ferramenta digital para a gestão corporativa, pode se tornar um grande aliado na hora de promover a maximização do lucro do seu negócio. Confira!

O ERP para maximizar lucros

Os softwares Enterprise Resource Planning são soluções digitais focadas em integrar, de maneira automatizada, todas as áreas de uma empresa. Esses programas de gestão de recursos corporativos conseguem colher dados dos mais diversos setores (estoque, RH, vendas e até financeiro, por exemplo), não só armazenando essas informações como gerando relatórios a partir delas.

Os ERPs são compostos por diferentes módulos que conversam entre si e podem ser personalizados de acordo com as necessidades de cada empresa. De forma simplificada, podemos dizer que negócios maiores precisam de mais módulos enquanto os de pequeno ou médio porte podem contar com sistemas mais leves. O investimento na solução é, assim, proporcional à realidade da organização.

Quando um bom ERP é implementado em uma empresa, seu gestor ganha visão operacional e administrativa como nunca antes. Isso é especialmente vantajoso quando falamos em áreas que precisam de um gerenciamento confiável e seguro de informações, como no caso dos escritórios de contabilidade. Para você ter uma ideia, um ERP nessa área oferece:

  • automação na coleta e no armazenamento de dados;
  • módulos de segurança da informação;
  • automação de tarefas contábeis que antes eram manuais;
  • substituição completa da gestão por planilhas;
  • gestão inteligente de folha de pagamento;
  • balancete dinâmico;
  • agilidade e confiabilidade na escrituração fiscal;
  • relatórios automatizados para indicadores de performance;
  • controle centralizado de operação e gestão.

A grande vantagem de um software de gestão empresarial automatizado é que ele reúne tudo isso em um só ambiente dentro do sistema da empresa.

De cara, já é um investimento reduzido e com retorno muito maior — falaremos mais sobre isso em breve. Mas o principal ganho que ele traz está na integração de todos esses aspectos que garantem a eficiência e a produtividade de um escritório.

Não é raro que negócios nessa área mantenham várias soluções para setores diferentes, com certos processos em um software que não conversa com o outro que está sendo usado para conferência de dados, por exemplo. Isso sem falar nas planilhas manuais, cada uma seguindo um padrão diferente.

Com a adoção de um ERP, há padronização e organização na empresa. A gestão passa a ser baseada em inteligência de dados e todas as áreas se tornam uma só do ponto de vista administrativo. Esse é o ponto de partida da maximização do lucro.

Entenda: o investimento em tecnologia não é apenas uma economia rápida ou algo que simplesmente vai aumentar a receita da empresa. O conceito da transformação digital é muito maior do que isso.

Como? É a partir dela que o foco da empresa muda. Otimização do trabalho se torna a busca mais importante e todos os benefícios que você colhe vêm dessa nova estratégia de negócio.

A maximização de lucro na prática

Agora que você já entendeu melhor como funciona um ERP, vamos para a prática? Separamos aqui algumas dicas interessantes para que você utilize essa solução como forma de aumentar os lucros. São pontos importantes para qualquer gestão que passam por otimização, economia, inteligência de negócio e produtividade. Confira!

Diminua seus custos

Quando falamos em soluções tecnológicas, é comum pensarmos em uma grande infraestrutura com diversos servidores e diferentes licenças de softwares, certo? Com o ERP, no entanto, o investimento é otimizado. O sistema pode ser integrado na nuvem, diminuindo a necessidade de compra de servidores ou data centers fixos. Assim, tudo fica armazenado em um serviço remoto, sob a responsabilidade do fornecedor.

O programa também dispensa a compra de diferentes licenças de softwares para os setores da empresa. Como o foco do ERP é a integração, ele pode ser usado em qualquer área da organização de maneira efetiva. Por tudo isso, os gastos são menores, o planejamento orçamentário fica concentrado em um único produto e a busca por lucratividade é facilitada.

Conheça os processos

A implementação do ERP é essencial para que gestores ou empresários consigam diagnosticar todos os processos internos de maneira ampla e rápida. A ferramenta recolhe informações de forma incessante e abrangente, transformando esses dados em tabelas e gráficos para traduzir os números da empresa em recursos visuais facilmente acessados por um dashboard.

Isso significa que é possível ver cada processo do negócio com muita agilidade, praticamente em tempo real. Com esse material rico em mãos, é possível identificar aquelas ações que não estão surtindo o efeito esperado ou que são prejudiciais ao caixa da empresa. E é claro que, com um diagnóstico empresarial completo, fica muito mais fácil tomar decisões estratégicas para otimizar processos e maximizar lucros.

Trabalhe com métricas

Conhecer detalhadamente o momento atual da empresa é um ótimo primeiro passo. Mas todo e qualquer negócio também precisa olhar para frente, definindo objetivos futuros. Essa definição de metas deve ser acompanhada de números concretos para que os resultados sejam corretamente analisados.

Sistemas ERP também ajudam nessa tarefa, podendo ser programados para entregar relatórios automáticos baseados em índices de interesse do negócio — como número de fechamento de vendas, rentabilidade ou produtividade horas/homem.

O software também armazena dados de toda a história do negócio, o que permite usar informações passadas para gerar modelos de negócio futuros com mais solidez e até mesmo acompanhar a curva do crescimento da empresa, como um estudo sobre o aumento da lucratividade ao longo dos anos.

Otimize o fornecimento

A integração de setores proporcionada pelo ERP é, por si só, um fator decisivo na hora de maximizar lucros. Um bom exemplo vem da cadeia de vendas iniciada no acionamento do fornecedor, passando pelo controle de estoque e culminando na entrega para o consumidor final.

O ERP ajuda a identificar de forma precisa o giro de estoque, localizando produtos com maior ou menor saída e possibilitando o agendamento automático de pedidos ao fornecedor quando for realmente necessário. O resultado é visto em forma de um estoque com menos encalhes e, portanto, menos custoso.

Agendar a compra de produtos de forma antecipada também favorece a negociação de preços e de condições junto aos fornecedores, aumentando a lucratividade da empresa. E o consumidor final também é beneficiado! Afinal, terá à disposição produtos que podem ser entregues com muito mais agilidade. A conta é fácil: clientes satisfeitos compram mais vezes, aumentando o lucro empresarial.

Acerte com o leão

controle fiscal costuma ser uma grande dor de cabeça para os empresários brasileiros, especialmente pelo fato de o país contar com uma carga tributária bem pesada e complexa. Caso a empresa cometa algum erro na apreciação ou no pagamento de tributos, terá que lidar com juros e multas que vão corroer seus lucros. A boa notícia é que o ERP também ajuda na hora de pagar tributos!

A ferramenta pode ser programada para levar em conta a legislação tributária de cada estado e, a partir daí, calcular o pagamento dos impostos devidos em qualquer processo, tudo de maneira automatizada.

O ERP também inibe qualquer tipo de fraude ou erro humano (vilões da lucratividade), incluindo as relações com a Receita ou mesmo com funcionários ou fornecedores mal-intencionados. Isso se deve tanto a seu caráter automático quanto à ampliação da transparência de qualquer operação. Afinal, os dados coletados são traduzidos em informação visual de fácil análise e auditoria.

Aumente a produtividade

Muitas empresas procuram fazer grandes investimentos para montar equipes qualificadas, atraindo e retendo talentos, bem como para ampliar a capacitação de seus colaboradores. Pense bem: ninguém faz todo esse esforço para ter que designar funcionários para tarefas morosas, repetitivas ou burocráticas, certo?

Aí entra o ERP, um diferencial e tanto nesse momento, por conseguir dar conta dessas tarefas que não estão ligadas à atividade-fim do negócio com muito mais agilidade que um funcionário conseguiria, ainda entregando resultados mais consistentes e confiáveis, já que está livre de erros humanos.

Com isso, sua equipe pode voltar a atenção ao que realmente interessa: alcançar resultados mais consistentes, trabalhar em processos inovadores e, claro, fazer sua parte para maximizar os lucros da empresa!

Pense estrategicamente

Dito tudo isso, nossa última dica para maximização do lucro é tentar pegar os pontos que levantamos e entender como um influencia o outro, como a otimização e automação de processos é uma solução completa e estratégica de negócio.

A transformação digital é um processo que parte da integração de dados para uma gestão unificada de todos os aspectos produtivos de uma empresa — desde a coleta de dados, passando por sua proteção até seu uso na tomada de decisões.

Portanto, a escolha do ERP certo tem a ver com sua capacidade de entender o próprio negócio e o mercado em que ele está inserido, percebendo as oportunidades que o investimento em tecnologia pode trazer para o futuro.

Viu como um sistema ERP pode ajudar sua empresa a maximizar lucros mesmo em tempos de crise? Então aproveite para conhecer o software de gestão empresarial da Alterdata! Entre em contato conosco e aumente logo a lucratividade do seu negócio!

Related Posts

#FeitadeGente – Guido Pequini

Aprenda a escolher bons fornecedores para restaurantes

8 passos para você melhorar a gestão financeira do...

Deixe uma resposta