Gestão baseada em dados: 4 dicas para organizar informações

O ritmo acelerado do mercado atual obriga os gestores a tomarem decisões estratégicas a todo o momento. E são essas decisões que definem o sucesso ou o fracasso das organizações. Por isso, uma gestão baseada em dados é fundamental para minimizar riscos no processo e contribuir para que os resultados sejam os melhores possíveis.

Todos os dias, milhões de informações circulam pela organização. São dados que podem vir de fora para dentro, como perfis de clientes, análises de mercado, leituras econômicas etc. E também existem as informações que são geradas pela própria empresa, como números financeiros, orçamentos detalhados dos setores, números de venda, entre outros.

Tudo isso precisa estar bem organizado e à mão dos gestores para embasar o processo de tomada de decisão. Um movimento lento pode significar a perda de muitos negócios, principalmente no mercado atual, no qual tudo muda rapidamente. A informação é, hoje, um dos ativos mais valiosos da empresa e precisa ser gerida com cuidado e zelo por toda a equipe.

Veja abaixo 4 dicas para que você mantenha os dados da sua empresa sempre organizados — e use-os para aperfeiçoar a sua gestão.

1. Defina um modelo de organização

Para que seus dados se mantenham sempre organizados de maneira prática e estratégica, o ideal é definir um layout para o armazenamento deles. O projeto deve seguir o modelo estratégico definido pela organização para a inserção dos dados coletados.

Dependendo da quantidade de informações, a melhor receita é buscar a ajuda de um software de gestão empresarial, muito mais eficiente do que a utilização de planilhas ou arquivos de texto.

2. Categorize seus dados

Depois de definir o modelo, você deve separar os dados por categorias, utilizando uma classificação que os organize quanto ao seu tipo, relevância estratégica e outras divisões que sejam interessantes para a empresa.

A categorização correta otimiza o trabalho de coleta e, principalmente, agiliza as consultas futuras. Alguns sistemas de gestão permitem a busca por meio de filtros que fazem com que a utilização dos dados seja mais eficaz.

Além disso, um sistema inteligente permite gerar relatórios instantâneos que podem ser consultados a qualquer momento em um processo de tomada de decisões.

3. Tenha ferramentas eficazes de análise

A coleta e organização de dados estratégicos são muito importantes. Mas esses processos não terão efeito algum se você não investir em ferramentas de análise eficazes.

A análise de dados pode indicar a necessidade de mudanças no modelo de gestão empresarial, ajuda a realizar negócios importantes e contribui para a obtenção de bons resultados financeiros.

Por isso, deve ser adotado um sistema de análise integrado e customizado para cada empresa, de acordo com seus objetivos estratégicos.

4. Caminhe junto com a tecnologia

A tecnologia está em constante evolução e o mais importante é que você esteja sempre antenado ao que está acontecendo no mercado. Assim você poderá adotar na sua empresa sempre as melhores práticas. Se hoje conceitos como Big Data, Business Intelligence ou ERP estão em alta, amanhã novas tendências surgirão.

Se você ficar para trás, sua empresa também não conseguirá acompanhar os movimentos mercadológicos e, em pouco tempo, poderá estar obsoleta. Mantenha seu radar sempre ligado e faça uma gestão baseada em dados.

Gostou desse texto? Então compartilhe o conteúdo com seus amigos nas suas redes sociais!

Alterdata Software Bimer

Related Posts

Implantação de ERP passo a passo: confira!

Balancete dinâmico: acompanhe as finanças em tempo...

6 estratégias para aumentar o lucro do restaurante

Deixe uma resposta