Varejo

Ecommerce: vale a pena investir?

3 Mins de leitura

Ter um ecommerce é o objetivo de grande parte dos empreendedores brasileiros, mas você sabe dizer se vale a pena investir em um?

Será que o mercado virtual realmente é tão promissor quanto parece? Esse é o futuro para o qual o comércio no geral está caminhando? Afinal, o que é esse tal de ecommerce?

Em nossa série de matérias aqui no blog da Alterdata, vamos aprofundar os conceitos e as ideias por trás do ecommerce. Neste texto, você vai conhecer um pouco mais sobre esse mundo e decidir se já é a hora certa de investir no seu. Boa leitura! 

Ecommerce: uma breve definição

O nome ecommerce vem do inglês electronic commerce, que significa, ao pé da letra, comércio eletrônico. Se formos pensar de uma forma bem simples, ecommerce é exatamente isso: uma loja na internet.

Em uma loja física, seja ela na rua, um quiosque, uma loja de shopping, ou de qualquer outro tipo, temos os processos envolvidos durante a comercialização. De forma bastante simplificada, é preciso um local para expor os produtos, estoque, caixa, embalagem para armazenamento pós-venda, etc. No comércio eletrônico, ou ecommerce, sua loja tem essas mesmas características, mas de uma forma diferente. Olha só:

  • Uma página na internet para exibir seus produtos;
  • Todas as informações de estoque;
  • Uma página com as formas de pagamento aceitas;
  • O cálculo das formas de envio e valores de frete.

Vantagens do ecommerce

As vantagens de ter um e-commerce no Brasil são numerosas e abrangentes. O crescimento exponencial do comércio eletrônico nos últimos anos criou um ambiente altamente favorável para empresas que desejam se estabelecer. Com uma população de mais de 200 milhões de pessoas e uma taxa crescente de acesso à Internet, o Brasil oferece uma série de oportunidades para empreendedores digitais. 

1. Uma das principais vantagens de ter um e-commerce no Brasil é a amplitude do mercado. O país possui uma das maiores populações do mundo, com consumidores ávidos por produtos e serviços. Ao estabelecer uma loja online, os empreendedores têm acesso a um número significativo de clientes em potencial. Além disso, o comércio eletrônico permite a expansão geográfica, alcançando consumidores em todo o território nacional, independentemente da localização física da empresa.

2. Outra vantagem é a conveniência e acessibilidade oferecida pelo comércio eletrônico. Os consumidores brasileiros valorizam a comodidade de comprar online, evitando deslocamentos físicos, trânsito e filas. Além disso, a diversidade de dispositivos eletrônicos, como smartphones e tablets, ampliou ainda mais o acesso ao e-commerce, permitindo que os consumidores façam compras a qualquer hora e de qualquer lugar.

3. No Brasil, também há benefícios econômicos em ter um e-commerce. Ao contrário das lojas físicas, as operações online tendem a ter custos mais baixos, como aluguel de espaço físico e despesas com pessoal. Além disso, o comércio eletrônico permite uma maior eficiência logística e controle de estoque, reduzindo os custos operacionais. Essa economia pode ser repassada aos clientes por meio de preços competitivos, o que pode atrair mais consumidores e impulsionar as vendas.

4. Outro fator importante é a possibilidade de segmentação de mercado. Com o comércio eletrônico, é possível direcionar campanhas de marketing de forma precisa, segmentando o público-alvo com base em dados demográficos, comportamentais e de preferências de compra. Isso permite que as empresas se comuniquem de forma mais direta e personalizada com os consumidores, aumentando as chances de conversão e fidelização.

No contexto atual, a pandemia da COVID-19 destacou ainda mais a importância de ter um e-commerce. Durante os períodos de restrições e distanciamento social, as lojas físicas foram afetadas negativamente, enquanto as vendas online continuam a prosperar. Ter um e-commerce permitiu que muitas empresas mantivessem suas operações e atendessem às necessidades dos clientes de forma segura.

Por fim, o Brasil também possui um sistema de pagamento online robusto e confiável, o que facilita as transações comerciais. Os consumidores têm acesso a diversas opções de pagamento, como cartões de crédito, débito, boletos e carteiras digitais. Além disso, os avanços na segurança online e na proteção do consumidor fornecem tranquilidade tanto para os vendedores quanto para os compradores.

Seja o próximo case de sucesso

O ecommerce é uma excelente oportunidade que se apresenta com ainda mais força agora. Vamos abordar esse tema em nossas matérias para cada vez mais adentrar nesse universo e ajudar você a conhecer mais detalhes dessa grande oportunidade.

Nós podemos te ajudar a fazer a abertura das portas que nunca se fecham na sua empresa: as portas digitais. Entre em contato conosco e multiplique suas vendas. Estamos te esperando!

388 Artigos

Sobre o autor
Diretor da Vertical de Gestão da Alterdata.
Artigos
Artigos relacionados
Varejo

Giro pelo Mundo: NRF 2024 com a Alterdata Software na Times Square

1 Mins de leitura
Na sexta-feira, dia 12 de janeiro, nosso CEO e COfundador Ladmir Carvalho partiu rumo a sua jornada junto ao Banco Itaú para…
Varejo

Varejo em Alta: Brasil cotado para ser uma potência global

2 Mins de leitura
Especialistas concordam que o comércio varejista no país segue em constante crescimento. Não bastasse a afirmação, o período atual é propício para…
Varejo

Datas comemorativas: oportunidades para alavancar as vendas

3 Mins de leitura
Para quem empreende e busca resultados positivos nos negócios, os três últimos meses do ano são estratégicos. Isso porque algumas datas comemorativas…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *