Por que você deve anunciar imóveis em portais? E como fazer isso?

Há alguns bons anos, a internet já faz parte do cotidiano das pessoas. E essa participação só tende a aumentar, sabia? Só no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE), cerca de 65% da população tem acesso à internet. São mais de 116 milhões de pessoas conectadas todos os dias a sites e aplicativos com diversas funções, seja para fazer pedidos de comida online ou até comprar um imóvel!

No cenário econômico atual, marcado pela crise no volume de vendas e pela diminuição dos preços praticados, anunciar imóveis em portais na internet pode garantir que imobiliárias e corretores consigam aumentar suas transações! Isso acontece porque, com as ferramentas e tecnologias proporcionadas pela web, é cada vez mais fácil atingir o perfil certo de comprador para um tipo de imóvel específico. E o melhor: em escala!

Quer saber mais sobre como anunciar imóveis em portais de forma simples e efetiva? Continue lendo para acompanhar nossas dicas!

Escolha o melhor portal para sua localização

É preciso ter em mente que nem sempre o portal ou site mais conhecido do setor é realmente o melhor para anunciar seus imóveis. Assim como o template e os anunciantes mudam de plataforma para plataforma, por exemplo, o conteúdo e determinados aspectos regionais podem influenciar no público que será alcançado por seu anúncio.

É importante, assim, atentar para os sites que têm maior alcance na sua localidade, seja em escala estadual, municipal ou até mesmo levando em conta o bairro ou a zona da cidade. Afinal, isso pode influenciar diretamente o público que acessa os anúncios, alterando desde a faixa média de renda até o interesse nas ofertas. Assim você já começa a entender a importância de escolher bem o portal que fará parte da sua estratégia de venda de imóveis.

Cheque também indicadores que mostrem que o site tem um bom tráfego, que apontem para o tempo de permanência dos usuários em suas páginas e que revelem seu ranqueamento em aspectos de Search Engine Optimization (SEO), que ajuda na busca orgânica do Google. Além disso, verifique sua relevância de acordo com o tema em questão, como venda de imóveis e mercado imobiliário, o nível de interação e engajamento, entre outros inúmeros possíveis indicadores.

Se uma vizinhança específica tem um site ou blog de notícias da comunidade com uma seção para anúncios, por exemplo, pode ser interessante veicular a oferta do imóvel nesse canal, atingindo assim os moradores do bairro, provavelmente mais interessados no empreendimento.

Analise a audiência

para o perfil dos imóveis

Além do próprio portal, é muito importante fazer uma análise prévia da audiência que navega por ele, a fim de que sua estratégia tenha êxito. Se, por exemplo, seu empreendimento é voltado para o mercado de luxo, alcançando pessoas da classe A+, com alta renda e interesses específicos, como economia e finanças, que costumam se informar lendo grandes sites nacionais, não é recomendável anunciar imóveis em portais locais ou com notícias e conteúdos mais populares, fora do perfil dessa audiência.

Por isso, antes de sequer pensar em anunciar imóveis em portais, você pode seguir passos como os usados pela chamada mídia programática: nada de comprar espaço em um site específico, mas sim os dados de uma audiência que pode ser impactada pelos seus anúncios por atenderem às características da sua buyer persona.

Pensando nisso, estabeleça previamente o perfil do público que você deseja atingir, de acordo com o valor do empreendimento, sua localização, entre outras tantas características. A partir daí, é importante analisar quais estratégias serão mais efetivas para que essa audiência seja impactada por seus anúncios e qual a verba disponível para investir.

Só então passe para a escolha da forma como esse dinheiro será gasto: com estratégias de vendas em grandes portais, anúncios pagos de mídia, e-mail marketing e automação. Só um detalhe: é importante ter em mente que, para que essas ações obtenham êxito, é muito importante ter um site próprio. E é sobre isso que vamos falar a seguir!

Comece a anunciar em seu próprio portal

Mesmo com todas as vantagens que portais de imóveis e anúncios proporcionam, usar um endereço próprio, seja da imobiliária ou do corretor, para veicular essas ofertas é muito importante. Com isso, é possível conferir credibilidade à plataforma, além de se ter um maior poder sobre os dados de todos os usuários que acessam a página.

Quando alguém acessa um site que possui rastreamento de navegação, algumas informações-chave são coletadas — como localização geográfica, dados demográficos como sexo e idade, conteúdos que mais interessaram, onde clicou, que páginas acessou, quanto tempo ficou em cada uma delas e assim por diante.

O conjunto dessas informações faz parte dos dados sobre a audiência daquele site, podendo gerar insights para guiar a remodelação do template ou do conteúdo, acertando na linha editorial que mais interessa ao usuário, nos dispositivos que mais usa e assim por diante. A lógica é simples: é preciso entender o público para agradá-lo e vender mais!

Quando você tem um portal próprio, essas informações passam a ser suas. Nesse cenário, você cria a chamada audiência nativa do site. Com essa riqueza de dados nas mãos, fica muito mais fácil decidir pelos melhores caminhos a percorrer! Para captar mais clientes, portanto, providencie um endereço próprio na web.

Invista em um layout responsivo, que se adapte a vários dispositivos, aposte no marketing de conteúdo para mostrar compromisso com o cliente e autoridade no assunto, além de marcar presença ativa nas principais redes sociais que seu cliente em potencial mais usa, sempre com links para materiais dentro do seu site.

Depois do aumento vertiginoso das vendas de imóveis no período de 2008 a 2011, o setor imobiliário passou por uma profunda crise, que prejudicou não só vários empreendimentos como o mercado geral. Atualmente, porém, os indicadores econômicos apontam para o reaquecimento do volume de negócios na área. Para você ter uma ideia, segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), o número de consórcios imobiliários cresceu cerca de 18,9% em 2017.

Nesse momento de crescimento do setor imobiliário, anunciar imóveis em portais pode garantir mais rapidez e precisão no fechamento de negócios. Diante dessa nova realidade, é essencial lançar mão de ferramentas e tecnologias que facilitem a administração de anúncios em diferentes sites, de cadastros e de todas as estatísticas desde a visualização do anúncio pelo usuário até a finalização da compra. Só assim as imobiliárias e os corretores conseguirão garantir a eficiência desejada!

Agora que você já sabe que deve anunciar imóveis em portais, aproveite para conhecer nossa solução de corretagem para resolver todos os seus problemas nessa área!

Related Posts

O que é gestão orientada a resultados e por que

[INFOGRÁFICO] Afinal, qual a diferença entre NF-e e...

Por que você precisa otimizar sua rotina imobiliária...

Deixe uma resposta